terça-feira, 10 de Março de 2015 13:12h

Terra do frevo comemora 478 anos

Sexto destino mais visitado por brasileiros, Recife celebra aniversário com shows e apresentações de Maracatu. A cidade se tornou referência turística pela beleza natural e riqueza histórica

A Veneza brasileira, como a cidade de Recife é conhecida, completa 478 anos nesta quinta-feira (12). Tombada pelo Patrimônio Histórico Cultural da Humanidade, a capital pernambucana atrai turistas brasileiros e estrangeiros interessados na beleza de seu litoral de águas mornas e claras, na riqueza das construções históricas coloniais e, especialmente, nas festas típicas, a maioria delas ao ritmo de frevo e ao som de maracatu.

Na programação de aniversário estão shows como o do cantor Lenine, na praça do Arsenal, além de apresentações de Maracatu e orquestras. Ao visitar a capital pernambucana, aproveite para passear pela orla, conhecer igrejas históricas como Madre de Deus e a Capela Dourada, assistir a espetáculos no tradicional Teatro de Santa Isabel ou no moderno Teatro Luiz Mendonça, no parque Dona Lindu. Também visite os museus do Estado, a Oficina Brennard e o Instituto Ricardo Brennard.

A capital é hoje o sexto destino turístico de viagens mais visitado por brasileiros que desejam conhecer o Brasil, de acordo com uma pesquisa do Ministério do Turismo. A cidade também recebe turistas estrangeiros, especialmente norte-americanos, argentinos e portugueses, que procuram praias como Porto de Galinhas e Boa Viagem, ou ainda o arquipélago de Fernando de Noronha, um dos lugares mais visitados de Pernambuco. O verão é o período mais movimentado de Recife, com destaque para o maior bloco carnavalesco do país, o Galo da Madrugada, que chega a reunir 2,5 milhões de foliões.

A capital recebe por ano mais de 5,3 milhões turistas, de acordo com a Prefeitura da cidade. Este ano, no entanto, o público pode ser ainda maior. Seis feriados emendados a finais de semana devem gerar um impacto econômico de R$ R$ 468 milhões. O destaque será o feriado de 12 de outubro, com a maior movimentação financeira (R$ 86,47 milhões) e de viagens (3,1 milhões) para o estado.

Recife também é marcada pela crença religiosa. A cidade é predominantemente católica, de acordo com o IBGE, mas lá está a mais antiga sinagoga das Américas, a Kahal Zur Israel, na rua do Bom Jesus, com grande quantidade de habitantes judeus. A gastronomia é variada e incorpora heranças europeias, especialmente portuguesas, holandesas, além de indígenas e africanas. Doces como o bolo de rolo, com formato de rocambole e recheio de goiabada, é um dos doces típicos da cidade.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.