segunda-feira, 10 de Junho de 2019 11:21h Portal G37

Operação Tomahawk prende 24 pessoas em Divinópolis e Marilândia.

A operação contou com o apoio de 210 policiais civis e militares, 14 agentes prisionais, 58 viaturas e duas aeronaves, sendo uma da PCMG e uma da Polícia Militar.

Em uma operação conjunta, a Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG), a partir do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), com participação da Polícia Militar de Minas Gerais e Sistema Prisional, deflagrou, sexta_feira (7), a Operação Tomahawk, com o intuito de cumprir mandados de prisão e mandados de busca e apreensão nos municípios de Divinópolis e Marilândia, distrito de Itapecerica. Como resultado, 24 pessoas foram presas.

O principal objetivo da ação policial foi desmantelar uma organização criminosa atuante na região, especialmente em relação à repressão de explosões a caixas eletrônicos de instituições bancárias, tráfico de drogas e armas. A operação contou com o apoio de 210 policiais civis e militares, 14 agentes prisionais, 58 viaturas e duas aeronaves, sendo uma da PCMG e uma da Polícia Militar.

"A operação Tomahawk realizada hoje reflete em uma grande ação de intervenção cirúrgica da sua atividade fim de investigação criminal qualificada. O resultado trouxe um saldo muito positivo para a repressão de crimes violentos na região", explicou o Delegado Regional de Divinópolis, Leonardo Pio.

Destaca-se que ao proceder ao cumprimento dos mandados de busca e apreensão foi apreendida grande quantidade de celulares, dinheiro em espécie, cheques, arma de fogo, veículos e material utilizado para fabricação de explosivos, estes últimos armazenados em um tonel soterrado.

 

Balanço

- 24 pessoas presas;

- 24 mandados de busca e apreensão cumpridos;

- Uma arma de fogo tipo garrucha;

- 13 veículos apreendidos;

- R$ 47.088, sendo R$ 37.810 em dinheiro e R$ 9.278 em folhas de cheque;

- Duas porções e dois cigarros de maconha; 55 celulares; quatro notebooks; um rádio comunicador; uma luneta; dois CRLV; duas armas brancas; três cartões de memória; cinco pen drives; seis relógios; uma capa de colete balístico e fogos de artifício utilizados para fabricação de explosivos.

© 2009-2019. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.