sexta-feira, 10 de Junho de 2016 14:19h Acasp

139° Cia é criada para reduzir a criminalidade na região sudoeste em Divinópolis

A Polícia Militar de Divinópolis, em parceria com a Associação Comunitária para Assuntos de Segurança Pública, tem trabalhado, incessantemente, nas negociações com empresários da cidade para levantar fundos e permitir a instalação da sede da 139° Cia

 A Polícia Militar de Divinópolis, em parceria com a Associação Comunitária para Assuntos de Segurança Pública, tem trabalhado, incessantemente, nas negociações com empresários da cidade para levantar fundos e permitir a instalação da sede da 139° Cia da PM, na região sudoeste de Divinópolis. Alguns avanços foram conquistados, como a disponibilização de viaturas para atender essa região, graças ao empenho e mobilização dos envolvidos. Criada em janeiro desse ano, a Cia é comandada pelo capitão Ricardo Gomes Carvalho e atende uma área de 71 bairros e 37 comunidades rurais.

 

 

 

Os militares da unidade têm o desafio de atender uma região plural, que tem uma população estimada de 77.600 habitantes, cobrindo bairros como o Esplanada, Belvedere, São Judas, Chanadour, onde, por exemplo, está localizada o campus Dona Lindu, da Universidade de São João Del Rey. Também é de responsabilidade da 139° a segurança na região da Uemg Divinópolis e do Cefet. O atendimento à região universitária tem sido focado em ações preventivas para garantir a sensação de proteção e livre circulação dos alunos. A PM tem trabalhado com um contato direto com a direção das universidades para traçar estratégias de combater roubos e furtos. A presença dos policiais na região, em busca de infratores e pessoas em atitudes suspeitas, tem sido constante.

 

 

 

Por sua diversidade, a Cia passou a contar com policiamento exclusivo em várias modalidades, e a subárea passou a ter comando próprio, administração separada e recursos logísticos destinados, especificamente, para a prevenção criminal e diversas outras atribuições da polícia ostensiva relativas àquele setor da cidade. O policiamento da unidade também atende as regiões de maior movimento, como a do Parque de Exposições e a região dos bares e comércio ao longo da Avenida Paraná. Também é de responsabilidade da 139° Cia, o policiamento da maior Feira livre da cidade, no bairro Esplanada, além de dar a devida atenção aos moradores da zona rural.

 

 

 

A criação da unidade tem o objetivo de reduzir os crimes na região, desencadeando operações direcionadas ao setor, permitir uma maior interação da comunidade com o órgão de defesa social, e, claro, melhorar o atendimento à população. De janeiro a abril deste ano, a PM registrou na região 292 roubos, já com o trabalho ostensivo e preventivo, foram mais de 230 pessoas presas e 23 armas aprendidas. O trabalho incansável dos militares ganhou mais força quando a comunidade se uniu através da implantação da Rede de Vizinhos Protegidos. A Polícia Militar estuda a possibilidade de implantar, futuramente, o projeto Olho Vivo na região das Universidades.

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.