quinta-feira, 16 de Fevereiro de 2012 08:33h Atualizado em 16 de Fevereiro de 2012 às 10:01h. Paulo Reis

23º Batalhão da Polícia Militar realiza Operação Força Tarefa

Ação foi realizada em diversos pontos da cidade

O 23º Batalhão da Polícia Militar realizou durante toda a manha de ontem (15), mais uma Operação Tarefa, edição esta que contou com o cumprimento de diversos mandados de busca e apreensão em inúmeros bairros de Divinópolis.
Além de Divinópolis a Operação está sendo executada em Carmo do Cajuru e Cláudio e é supervisionada pelo Comandante do 23º Batalhão, Tenente Coronel Júlio Teodoro dos Santos, que contou com o reforço de várias equipes das Companhias Operacionais da Unidade. Ao todo participaram da ação sessenta Policiais Militares e vinte e uma viaturas.
Como a maioria dos crimes contra as pessoas e contra o patrimônio são cometidos com a utilização de motocicletas por parte dos infratores, a Operação consistiu principalmente na realização de abordagens à motociclistas que encontravam-se em atitudes suspeitas. O objetivo da ação foi abordar e prender autores de crimes e apreender produtos ilícitos, como armas e drogas.       
Uma operação como esta às vésperas do Carnaval proporciona uma redução da incidência de crimes e consequentemente o aumento da sensação de segurança à comunidade, reforçou o comandante Tenente Coronel Júlio Teodoro.
Durante o desenvolvimento da operação várias pessoas e veículos foram abordadas, duas pessoas foram presas, sendo apreendidos ainda uma munição calibre 20, dois rádios transceptores, um notebook, três aparelhos celulares, todos de procedência duvidosa, além de dois recipientes de ácido bórico, que continha cinquenta gramas, sendo o material utilizado para desdobrar drogas.
A Polícia Militar reforça que desenvolverá durante o período de carnaval novas operações para garantir a tranquilidade da população, mas deixa claro que a participação da mesma é de suma importância para o sucesso destas ações. As pessoas que souberem de algo que possa ajudar na prisão, apreensão ou solução de casos deve ser relatado através do telefone de emergência da PM, o 190. Agora caso o denunciante não queira se identificar e possa ajudar é só ligar para o número 181, o qual além de não precisar se identificar ainda receberá uma senha para acompanhar o andamento das investigações acerca do caso.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.