segunda-feira, 14 de Novembro de 2011 15:55h Atualizado em 15 de Novembro de 2011 às 06:42h. Paulo Reis

7º Departamento da Polícia Civil apresenta propostas de combate à criminalidade

Delegado fala da chegada à região e da realidade deste departamento

O atual delegado do 7º Departamento da Polícia Civil de Divinópolis, Alexandre Andrade de Castro, teve a transferência publicada no dia 04 de outubro deste ano e veio da região metropolitana da capital. 
Alexandre está na polícia desde 1986, e após passar pelas regionais de Nova Lima e Contagem e recebeu o convite para assumir o Departamento que abrange uma área maior que é um cargo acima do delegado regional. O 7º Departamento compreende a responsabilidade de quatro cidades do Centro-Oeste Mineiro que são Divinópolis, Bom Despacho, Formiga e Pará de Minas.


Um dos grandes problemas enfrentados pelo estado atualmente é a falta de servidores, como consequência disto, também faltam pessoas para desenvolver funções nas delegacias civis, porém mesmo diante das dificuldades Alexandre tem participado de reuniões em Belo Horizonte para tentar trazer para esta região mais profissionais que possam suprir as carências atuais.


Segundo o responsável pelo sétimo departamento, as delegacias que possuem menor efetivo serão as primeiras a receber estes profissionais que virão para acrescentar na segurança das cidades.
Para combater a criminalidade, será criado um grupo dentro do Departamento que trabalhará diretamente com as delegacias e que criará estratégias para que por meio de operações esses problemas diminuam ou até mesmo seja erradicado de vez. A integração com a Polícia Militar será de suma importante para o sucesso das operações.


Os primeiros desafios encontrados pelo novo delegado são: de adaptação, o que na verdade sempre ocorre em toda e quaisquer mudanças, o conhecimento da realidade deste departamento, para que o mesmo tenha uma atuação presente e próxima á população. 


Alexandre afirmou a nossa reportagem que não sabe se sua estada no município será temporária ou definitiva, pois tudo dependerá das necessidades e do ponto de vista da chefia estadual. “Minha vinda não foi imposta, eu vim com o objetivo de trabalhar o tempo que for necessário para melhorar os problemas de segurança aqui da região, ressaltou.


Quanto as denúncias referentes às vendas de carteira de habilitação e que possivelmente estaria envolvendo o último delegado João Pedro ele se ateve a responder que este assunto é de responsabilidade exclusiva da Corregedoria da Polícia Civil e que o Departamento não participa dos trâmites investigativos.


O delegado ainda reforçou que o 7º Departamento da Polícia Civil é um órgão que gerencia as Delegacias Civis Regionais e que as pessoas que encontrarem qualquer dificuldade no atendimento nas cidades citadas nesta matéria poderão procurar o departamento que fica em uma sala do 3º Piso do Pátio Shopping Divinópolis no bairro Santa Clara, próximo a Estação Rodoviária da cidade, em horário comercial para terem os problemas solucionados.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.