terça-feira, 27 de Agosto de 2013 06:16h Luiz Felipe Enes

Acidentes no final de semana deixam vítimas fatais em estradas da região

Após efetuar uma manobra arriscada, um motociclista de 43 anos morreu na MG-050, próximo à balança de fiscalização em Carmo do Cajuru. O acidente foi registrado na manhã do último domingo (25).

Após efetuar uma manobra arriscada, um motociclista de 43 anos morreu na MG-050, próximo à balança de fiscalização em Carmo do Cajuru. O acidente foi registrado na manhã do último domingo (25).

 


A moto era guiada por Orlando Borges Faria Filho. O condutor era natural de Goianésia, no estado de Goiás e seguia sentido Divinópolis /Itaúna em uma Suzuki GTA GSX 1300. De acordo com a Polícia Rodoviária, Orlando era membro de um moto-clube e participava de constantes eventos da categoria.

 


Segundo uma testemunha, o motociclista andava em alta velocidade, fazendo ultrapassagens perigosas. Em determinado ponto, ele acabou invadindo a contramão. Ele chegou a ser arrastado por cerca de 200 metros. A testemunha chegou a acionar o Corpo de Bombeiros, que chegou ao local e conduziu a vítima até o Pronto Socorro Regional de Divinópolis. Devido à gravidade dos ferimentos, o rapaz chegou ao local sem vida. A família de Orlando foi comunicada do óbito e deslocou para a cidade.

 

Carro cai em ribanceira


Na MG-164, em Itapecerica, Gian Carlos Santiago, de 24 anos, dirigia um Fiat Uno sentido à cidade vizinha de Camacho. Em determinado momento, ele perdeu o controle da direção e caiu em uma ribanceira.

 


O impacto foi forte e o carro ficou destruído. O condutor ficou gravemente ferido e teve que ser retirado às pressas do veículo. A vítima chegou a ser socorrida por uma ambulância e levada à Santa Casa de Misericórdia de Itapecerica, mas não resistiu aos ferimentos.

 

Imprudência no trânsito


Também na madrugada de domingo (25), um rapaz de 25 anos conduzia um Fiat Pálio na MG-050, sentido a Itaúna, quando nas imediações do bairro Candelária, perdeu o controle da direção e atingiu o meio fio, destruindo parcialmente o calçamento. O motorista estava visivelmente embriagado.

 


O rapaz dirigia sem Carteira de Habilitação. Preso em flagrante, ele foi autuado e conduzido à delegacia de Polícia. Também foi aplicado contra ele, a Lei Seca, que em breve será intensificada em Divinópolis. A punição foi de R$ 957,70 e a suspensão de dirigir por um prazo de 12 meses.

 


A Polícia Militar Rodoviária orienta a todos os motoristas manterem a velocidade estipuladas nas vias, não fazer o uso de bebidas alcoólicas ou uso de drogas e também manter a calma nas rodovias. Os números cada só aumentam. As imprudências também.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.