sexta-feira, 16 de Janeiro de 2015 10:55h

Adolescente atira e mata cachorro e é aprendido

Moradores de Campo Belo ficaram indignados com a crueldade de um adolescente de 17 anos

Eles acionaram a Polícia Militar e contaram que o adolescente estava armado e havia efetuado disparos de arma de fogo contra um cachorro em via pública.
Os policiais militares fizeram rastreamento e encontraram o adolescente. Ele foi abordado e tentou se desfazer  de uma bucha de maconha e um projétil calibre 22. Com o adolescente os policiais encontraram ainda R$ 287,50 e um celular. Ao verificarem a parte interna do celular do menor foram encontrados dois pedaços de papel que continham contabilidade parecida com a utilizada pelo tráfico de drogas.
Os policiais se deslocaram então até o local da denúncia e encontraram o animal caído com uma perfuração no pescoço, já sem vida. Foi dada voz de apreensão ao menor que, em seguida, passou a resistir, lutando com os policiais. De acordo com a PM, ele foi contido com uso moderado da força. Durante a apreensão e resistência do menor a mãe dele agrediu, com socos, os policiais e também foi presa por desacato.
A mulher permitiu que os policiais entrassem em sua residência à procura da arma, que não foi encontrada, mas uma balança de precisão com resquícios de maconha foi localizada. O adolescente disse que atira frequentemente no morro onde sempre vai e confessou ser o responsável pelo disparo contra o cão.

 

Crédito: Divulgação

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.