quinta-feira, 12 de Fevereiro de 2015 10:22h Atualizado em 12 de Fevereiro de 2015 às 10:26h.

Adolescente foge da PM e bate carro em Pará de Minas

Um adolescente de 17 anos foi apreendido na tarde desta terça-feira após fugir da abordagem policial, em Pará de Minas

Ele dirigia um carro e saiu em alta velocidade pelas ruas da cidade até perder o controle da direção e bater em um meio-fio. O dono do carro foi preso.
O adolescente estava dentro do carro parado, no estacionamento de uma escola no bairro São Francisco, quando percebeu a aproximação dos policiais militares e arrancou em alta velocidade, com outros dois adolescentes, de 16 e 17 anos, dentro do veículo.
De acordo com a Polícia Militar, o adolescente percorreu várias ruas da cidade e chegou a avançar o sinal vermelho. Em certo momento da fuga, o jovem perdeu o controle da direção, bateu no meio-fio e quebrou a roda traseira, não tendo como seguir com o carro.
O adolescente foi apreendido e alegou que o proprietário do carro lhe emprestou o veículo mesmo sabendo que ele é menor de idade e, consequentemente, é inabilitado. Ainda de acordo com os policiais, o dono do veículo esteve no local e ao ser informado da situação teria reagido contra os policiais, acabando preso por desacato.
O irmão do proprietário do carro apresentou outra versão. Ele disse que o adolescente alegou aos policiais que pegou a chave do carro escondido e mesmo assim os policiais teriam decidido prender o dono do veículo, denunciando inclusive que os policiais agrediram o irmão dele durante a ocorrência, resultando em ferimentos pelo corpo.
O comandante da 19ª Companhia Independente, tenente coronel Joel da Rocha Silva, informou que os policiais agiram dentro do que prevê a legislação e apenas usaram de força física moderada para conter o proprietário do carro, que ficou muito exaltado ao ser preso.
O dono do carro e o adolescente foram encaminhados para a delegacia. O carro foi apreendido e levado para o pátio credenciado ao Detran. Os outros dois adolescentes, que estavam no veículo, foram qualificados como vítimas da direção perigosa. Ninguém se feriu no acidente.

Intolerância no trânsito quase termina em morte
Um homem, de 51 anos, foi agredido com socos, pontapés e golpes de canivete em Bom Despacho. Segundo a vítima, ela estacionou o carro na rua e, ao retornar, percebeu que uma caminhonete tinha estacionado bem a frente do carro e encostado na lataria.
A vítima caminhou até a frente de carro para verificar se havia algum dano, momento em que foi questionado pelo proprietário da caminhonete, de 45 anos, se ele havia batido no carro. A vítima respondeu que não e o homem passou a agredi-la com socos e um canivete, sendo a briga contida por populares.
Em seguida, a vítima entrou no banheiro de uma empresa para limpar o corte que sofreu no supercílio momento em que o agressor entrou e arrombou a porta com um chute. A vítima conseguiu fechar a porta novamente e o agressor a perfurou com o canivete em três pontos diferentes, sendo contido pelos funcionários da empresa.
Após o fato, o agressor conseguiu fugir na caminhonete e não foi localizado. A vítima foi levada para o Pronto Atendimento Municipal onde foram constatados pequenos cortes pelo tórax, mãos, braços e pescoço, bem como um corte no supercílio esquerdo.

 

Crédito: Luiz Silva

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.