quarta-feira, 19 de Fevereiro de 2014 04:45h Luiz Felipe Enes

Adolescente muda versão sobre suposto estupro em aterro sanitário

Na delegacia a jovem alterou o depoimento e disse que rapaz é inocente.

Uma adolescente de 14 anos, envolvida em um suposto caso de estupro, mudou sua versão sobre os fatos durante depoimento prestado na tarde dessa segunda-feira (17). Em uma primeira afirmação, a menor contou que foi levada para o aterro sanitário e estuprada logo em seguida.
Em novo depoimento, a jovem modificou algumas versões do fato. Na delegacia ela contou que apenas manteve relações sexuais com o jovem Ismael Gomes, de 18 anos e que eles tinham um relacionamento de cinco meses. De acordo com a delegada Gorete Rios, da delegacia de Mulher, “a vítima retornou acompanhada de uma familiar e mudou a versão dos fatos, ela disse que não houve sequestro ou uso de qualquer tipo de arma”, declara.
O rapaz apontado pela jovem como principal suspeito desmentiu a versão inicial dada pela jovem. Ele contou na delegacia que não tem carro e que havia marcado o encontro amoroso com a jovem em um motel no bairro Icaraí. Eles teriam ido de táxi até o local. A delegada ainda afirma que ambas as versões estão diferentes e que o caso segue em investigação. “A versão dele é diferente da dela. Não podemos afirmar se houve ou não estupro”.
RELEMBRE O CASO
A jovem teria sido estuprada na tarde da última quinta-feira (13) em Divinópolis. Segundo a ocorrência, a vítima e outras duas adolescentes voltavam da escola, que fica no bairro Interlagos, quando viram o suspeito. A jovem quando seguia sozinha sentido a casa contou que foi abordada pelo suspeito, que armado, a obrigou a entrar dentro de um carro. Eles teriam seguido até as imediações do aterro sanitário, sentido a Carmo do Cajuru, onde a jovem foi possivelmente violentada. A jovem só retornou para a casa na madrugada do dia seguinte.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.