sexta-feira, 11 de Outubro de 2013 05:24h Atualizado em 11 de Outubro de 2013 às 05:52h. Luiz Felipe Enes

Adolescentes são apreendidos após tentativa de roubo na região da Praça da Catedral

Moradores e comerciantes denunciam falta de segurança na praça da Catedral. Na quarta-feira, três menores foram apreendidos, suspeitos de promover um assalto à mão armada no local. Ontem, uma loja de roupas foi invadida durante a madrugada. Vizinhos da p

Três menores foram apreendidos na quarta-feira (9), pela Polícia Militar, na Praça da Catedral, Centro de Divinópolis. Um homem acionou a polícia, informando que um dos adolescentes estava armado e o bando tentou roubar sua moto na região.

A vítima relatou aos Militares, que em determinado momento, quando estava pronto para sair com a motocicleta, dois menores, um deles, armado, se aproximou e deu a voz de assalto. A vítima conseguiu segurar um dos suspeitos, um menor de apenas 14 anos. O outro envolvido no assalto, fugiu com a arma.

A PM chegou e com base em confissões feitas pelo menor, novas guarnições saíram em rastreamento, no intuito de localizar os outros dois envolvidos. Após a ronda, um adolescente de 15 e outro de 17 anos foram apreendidos conduzindo um Fiat 147. Ele estava com uma réplica de arma de fogo e touca ninja. Os três adolescentes foram levados para a Delegacia de Polícia Civil, assim como o material encontrado. O veículo utilizado pelos menores foi apreendido.

INSEGURANÇA NA CATEDRAL

Moradores, comerciantes e até mesmo frequentadores da praça alegam estar insatisfeitos com a falta de segurança na praça. Presença constante de moradores de rua e usuários de drogas, em determinados horários da noite faz com que o medo espante quem utiliza o local como ponto de diversão.

Na madrugada de ontem, uma loja de roupas situada na avenida J.K, próximo à Praça da Catedral, teve parte da frente destruída pelos criminosos. Como o estabelecimento é cercado por vitrines, em que as peças ficam expostas, estilhaços ficaram espalhados pelo chão. De acordo com o proprietário do local, essa é a terceira vez que a loja é furtada em menos de quatro meses.

“Infelizmente essa não é a primeira vez que isso acontece aqui. A loja já foi alvo de assaltantes e a falta de segurança aqui na praça é visível”, comenta o empresário Gino Mendes. Ainda segundo ele, o prejuízo estimado pode chegar a R$ 6 mil. Várias peças de roupa entre outros produtos foram levados durante o furto.

A movimentação dos usuários de droga, principalmente durante a madrugada causa indignação entre os moradores. “Este é um cartão postal de Divinópolis, a falta de segurança e também a existência de moradores de rua, fazendo o uso de drogas é lastimável”, desabafa uma moradora que não quis se identificar.

INICIATIVAS DE SEGURANÇA

Já existe um projeto da Polícia Militar, o qual consiste reforçar a segurança nos pontos movimentados de Divinópolis, como as praças. Alguns moradores e comerciantes que trabalham e habitam próximos à praça já fizeram uma reunião com a PM, cobrando mais apoio e segurança nos entornos.

Segundo a assessoria de comunicação da Polícia Militar em Divinópolis, além das ações ostensivas de segurança, patrulhas frequentes estão sendo realizadas em locais com grande movimentação pessoal. A polícia também reforça que em breve, mudanças a favor da comunidade serão implantadas, como o projeto “Olho Vivo”, que em janeiro de 2014 deve estar em funcionamento. Essa iniciativa deve monitorar por meio de imagens registradas em vídeo, toda agitação nas regiões em que se concentrem mais pessoas. Ainda com a Polícia Militar, moradores e os comerciantes devem criar elos e uns ajudarão aos outros por meio de acionamentos. “A sociedade também deve fazer sua parte, sempre informando à polícia sobre qualquer movimentação suspeita, através do 190 ou do Disque Denúncia, 181”, reforça o Capitão da PM, Jocimar Lúcio dos Santos.

Leia Também

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.