quarta-feira, 7 de Agosto de 2013 06:37h Luiz Felipe Enes

Agência bancária fica destruída após explosão em Carmo da Mata

As cidades pequenas estão se tornando alvo de bandidos. As agências bancárias tem sido ultimamente o foco preferido dos marginais. Carmo da Mata, com pouco mais de 12 mil habitantes sofreu o primeiro atentado a uma Agência Bancária. O Banco do Brasil, sit

As cidades pequenas estão se tornando alvo de bandidos. As agências bancárias tem sido ultimamente o foco preferido dos marginais.
Carmo da Mata, com pouco mais de 12 mil habitantes sofreu o primeiro atentado a uma Agência Bancária. O Banco do Brasil, situado no Centro da cidade foi atingido por volta das 3h40, danificando completamente toda a estrutura do local. A intenção dos bandidos era explodir dois caixas, porém culminou na destruição do terminal bancário.
Segundo testemunhas, a ação dos criminosos foi rápida. O barulho causado pela explosão pode ser ouvido de longe. Bananas de dinamite foram utilizadas para abrir dois caixas eletrônicos, que por sua vez, também ficaram destruídos. Ainda não se sabe a quantia levada.
Uma moto foi utilizada pelos criminosos durante a fuga. Militares durante patrulhamento pela região localizaram a motocicleta com placa de Belo Horizonte, abandonada às margens da BR-494.
A perícia técnica teve que deslocar da cidade de Campo Belo para atender em Carmo da Mata. As câmeras de segurança do circuito interno devem ajudar na localização e já se encontram em poder da investigação da Polícia Civil.
A população está com medo e agora enfrentará dificuldades na cidade. Hoje (7), é o dia em que é feito o pagamento de vários servidores públicos, aposentados entre outros. Como o banco é um dos principais da cidade, a população terá que deslocar até Oliveira para sacar o pagamento do mês. Segundo a PM, esse é o sétimo caixa eletrônico explodido na região centro-oeste.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.