sexta-feira, 21 de Setembro de 2012 15:04h Erik Ulysses

Alunos do curso do GEPAR vistam comunidade Alto São João de Deus

Os policiais militares que participam do curso do Grupamento Especial de Policiamento em Áreas de Riscos – GEPAR foram até a Comunidade Alto de São João de Deus para que pudessem entender como é funcionamento na prática da relação entre a Polícia Militar e os moradores da comunidade onde está implantado o GEPAR em Divinópolis.

 


O percurso começou com os alunos conhecendo o restaurante popular, onde são realizadas ações para a comunidade relacionadas à cultura, lazer e esportes. Em seguida os alunos desceram pelas estreitas vielas da comunidade onde tiveram contato com os moradores do local e conheceram casas e becos que antes da implantação do GEPAR eram áreas de perigo.

 

Segundo o Tenente Borges, coordenador do curso, os laços entre comunidade e o GEPAR são fundamentais para que a Polícia possa entender e solucionar o que de mais grave ocorre no local. “Dentro da filosofia desenvolvida pela PMMG é importante o trabalho de interação comunitária para a  polícia saber quais os principais anseios da comunidade e com isso resolver os principais problemas que afligem os cidadãos dessa comunidade.”

 

Para a morada Maria José de Jesus, empregada doméstica, a presença da GEPAR na comunidade foi de extrema importância, uma vez que antes da chegada da PM ela não tinha segurança no local. “Eu agradeço demais essa vinda de vocês aqui na Rua Calcário. Era uma maconhada, era um povo muito sem responsabilidade. Agora os meninos lá fugiram, não tem ninguém lá mais” contou. Ela ainda falou que até mesmo a sua residência era tomada pelo tráfico de drogas: “A minha casa era cheia de maconheiros, guardavam trem lá. Eu até dei a minha chave para os policiais tomarem conta da minha casa para mim, porque eu não estava mais agüentando. A minha menina teve de sair de lá por causa disso, mas agora ela já está voltando”. Emocionada dona Maria aplaudiu os militares e agradeceu pelas melhorias.

 

Os alunos do GEPAR são compostos por policiais militares de Divinópolis, Passos e Nova Serrana, sendo que nas duas últimas o GEPAR será instalado nas cidades através dos militares que estão participando do curso.

 

Tenente Renato, de Nova Serrana, diz que através da interação entre os policiais e a comunidade as ações de repressão que puderem vir a ser feitas serão facilitadas. Ele também acredita que o curso pode agregar valores e um serviço de melhor qualidade. “É importante demais o curso que fizemos aqui. Nós vamos agregar vários fatores. É uma área carente, carente socialmente, carente de segurança. Então eu acho que esse treinamento só vem a agregar para prestar à comunidade de Nova Serrana um serviço de melhor qualidade.

 

O curso do GEPAR que teve início na segunda-feira será concluído no fim da tarde de hoje. Os alunos participarão da formatura e irão receber certificados. Os policiais de Divinópolis irão fortalecer ainda mais o GEPAR no Alto São João de Deus, enquanto os de Nova Serrana e Passos auxiliarão na implantação de suas respectivas cidade.

 

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.