segunda-feira, 3 de Agosto de 2015 13:32h Polícia Militar de Minas Gerais

Assaltam posto e são presos

Na última sexta-feira, 31, três pessoas foram presas e um menor apreendido após participarem de um assalto a um posto de combustíveis no bairro João XXIII

Os envolvidos foram presos no bairro Abóboras, logo após o carro usado na fuga acabar o combustível.

    De acordo com as vítimas, dois homens chegaram no posto e anunciaram o assalto. Eles recolheram o dinheiro do caixa, e fugiram a pé, em direção ao bairro Valença, onde encontraram o restante do grupo que os esperava em um veículo. Um dos envolvidos estava armado.

    Minutos após o início do rastreamento, os militares receberam informações de que o veículo utilizado na fuga tinha sido abandonado, nas proximidades da Rua Candeias. Os infratores teriam entrada em um matagal.

    Os militares encontraram um adolescente de 16 anos e um jovem de 18 anos, que teriam anunciado o assalto, logo após prenderam os dois adultos que auxiliaram na fuga. Eles informaram que o carro ficou sem gasolina. Foi apreendida uma touca ninja, uma réplica de pistola e R$ 120. O Kadett usado pelos suspeitos foi removido para o pátio credenciado, e os suspeitos foram encaminhados para a Delegacia da Polícia Civil, juntamente com todo o material apreendido.

MACONHA NA CUECA

    Um homem foi preso na noite da última sexta-feira, 31, em Santa Maria de Itabira, com 17 buchas de maconha na cueca. O suspeito estava em uma Falcon vermelha, placa GRH-2222, e tinha escapado dos militares há alguns dias. Ao notar a presença policial, o motociclista acelerou no sentido contrário, mas acabou sendo abordado perto de Santa Maria de Itabira. O rapaz, que já tinha sido preso por falta de habilitação, foi encaminhado para a Delegacia da Polícia Civil, juntamente com a droga apreendida. A motocicleta foi apreendida e removida para o pátio credenciado.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.