sexta-feira, 31 de Agosto de 2012 08:35h Gazeta do Oeste

Assalto a residência termina com bandido morto em São Paulo

Um assaltante morreu, outro foi baleado e dois suspeitos foram detidos, por volta das 22 horas dessa quinta-feira, após parte do grupo invadir a casa nº 104 da Rua Francisco Narde de Vasconcelos, na Vila Cunha Bueno, região do Parque São Lucas, na zona leste da capital paulista.

 

 

Dois dos bandidos entraram na casa após abordarem o genro de uma da moradoras do imóvel quando a vítima se aproximava do portão. Dentro da residência estava uma idosa, que teria dito a um deles que o conhecia. "Eu te conheço, você é amigo do meu neto", afirmou a vítima a um dos bandidos. Não se sabe ainda se a idosa disse a verdade.

 

A dupla então resolveu abortar o assalto e deixou a casa levando celulares, outros poucos objetos e as chaves de uma moto que estavam na garagem, porém foi surpreendida por um policial militar. À paisana e ao lado de uma amiga, o policial ocupava um veículo estacionado próximo à residência assaltada.

 

 

O policial militar não testemunhou a abordagem à vítima, mas desconfiou da dupla no momento em que os dois assaltantes deixavam a casa e decidiu intervir, trocando tiros com os bandidos, que foram baleados. Um deles morreu no local. O outro permanecia internado no pronto-socorro do Hospital Geral de Sapopemba.

 

Dois suspeitos, ocupando um Fiat Pálio branco, segundo a polícia estavam próximos do local do crime e levaram o assaltante baleado para o pronto-socorro. O veículo foi localizado pela PM, que deteve a dupla, por enquanto suspeita, pois não teria participado diretamente nem da abordagem à vítima em frente ao imóvel nem do assalto.

 

 

O caso foi encaminhado para o 69º Distrito Policial, do Parque Senador Teotônio Vilela, mas, por se tratar de uma resistência com morte, será registrado por completo e investigado no Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

EM

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.