quarta-feira, 29 de Maio de 2013 06:53h Divulgação

Assalto em São Gonçalo do Pará foi trote aplicado em casal

Ao contrário do que foi publicado na edição de ontem, assalto não se consumou e ninguém foi feito refém.

Ao contrário do que foi publicado na edição de ontem, assalto não se consumou e ninguém foi feito refém. Principal suspeita da PM é que tenha sido um trote aplicado por alguém contra um casal que reside no prédio.

O suposto assalto a um prédio na região Central da cidade de São Gonçalo do Pará não ocorreu da forma que foi publicado na edição de ontem da Gazeta do Oeste. A principal suspeita da Polícia Militar é de que tudo não tenha passado de um trote.

De acordo com a PM, por volta de 17h30, o Copom em Divinópolis recebeu informações provenientes do destacamento de São Gonçalo do Pará de que teria ocorrido um assalto em um pague fácil na cidade, situado na avenida Presidente Tancredo Neves, número 137, Centro. Ainda de acordo com as informações recebidas pelo Copom, o assaltante estaria escondido em um prédio ao lado do estabelecimento onde havia ocorrido o roubo.

Diante das informações, os militares se deslocaram até o prédio, onde o solicitante contou que sua esposa havia lhe ligado dizendo que teria um indivíduo na escadaria do mesmo dizendo que estava com uma encomenda para ela. Com medo de ser um assalto, o marido rapidamente acionou a PM, que compareceu ao local juntamente com equipes de Divinópolis. Foi feito o isolamento do prédio e uma varredura no local, mas nada de irregular foi encontrado, o que leva a PM a crer em um trote.
Portanto, ao contrário do que foi publicado ontem na Gazeta do Oeste, o assalto não se consumou e ninguém foi feito refém.

Leia Também

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.