terça-feira, 17 de Maio de 2016 11:34h

Assassinato de jovem no Afonso Pena é investigado

A Polícia Civil de Divinópolis investiga o assassinato de um jovem, de 24 anos, na noite de sábado, no bairro Afonso Pena, em Divinópolis. A vítima foi agredida e depois morta a tiros próximo a um bar

De acordo com a Polícia Militar, moradores ouviram disparos de arma de fogo e, ao verificarem, viram Lucas Raimundo Martins Ferreira, de 24 anos, ferido, caído no chão. O resgate do Corpo de Bombeiros foi acionado e socorreu a vítima para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA), onde já chegou sem vida. O médico constatou seis perfurações e ainda marcas de espancamento.
Segundo informações, Lucas havia brigado, horas antes de ser morto, com um adolescente, de 15 anos, no bairro Casa Nova. Após a briga, a vítima foi para o bairro Afonso Pena, onde, novamente, houve uma briga e os disparos. Aos militares, o adolescente confessou as agressões, mas negou envolvimento na morte de Lucas.
Nenhum suspeito do crime foi preso. A vítima possuía passagens por furto, mas o crime pode ter motivação passional.

 

 

 

Itaúna
Em Itaúna, o corpo de um jovem, de 25 anos, foi encontrado com ferimentos na cabeça na madrugada de sábado, no bairro Santa Edwiges. De acordo com a Polícia Militar, moradores encontraram o jovem caído e acionaram o resgate do Corpo de Bombeiros e a Polícia Militar.
Os moradores não ouviram nenhum barulho e nem viram suspeitos. A perícia foi acionada e constatou que os ferimentos podem ter sido causados por pedradas. A vítima não possuía passagens criminais e nenhum suspeito foi identificado.

 

 



Bambuí
A Polícia Militar procura por um adolescente, de 16 anos, suspeito de atirar contra o namorado da mãe, de 33 anos, na noite deste domingo, na Praça da Igreja, em Bambuí. De acordo com a vítima, ela estava no local, quando o adolescente chegou e atirou.
Um dos disparos acertou o pescoço da vítima, que foi socorrida e levada para o Hospital Nossa Senhora do Brasil. O médico constatou que a bala está alojada no pescoço, mas a vítima se negou a ficar internada, assinou um termo de responsabilidade e foi embora.
A vítima, que é namorado da mãe do adolescente, disse aos militares que o infrator não aceita o namoro deles. Outra versão aponta que a vítima e a mãe do adolescente tiveram uma briga e o suspeito agiu por “vingança”. O caso será investigado e o adolescente não foi localizado.

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.