terça-feira, 17 de Maio de 2016 11:35h

Bando é preso com mais de 400 pedras de crack em Divinópolis

Parte dos presos veio de Pompéu para comprar a droga na cidade e levou os militares até os outros suspeitos

Uma mulher e quatro homens foram presos, e um adolescente apreendido, suspeitos de tráfico de drogas. Mais de 400 pedras de crack foram apreendidas, além de balança de precisão, cocaína e dinheiro.
De acordo com a Polícia Militar, Arlem José de Campos, de 34 anos, Joas Ramos Pereira, de 24 anos, e um adolescente, de 17 anos, estavam em um táxi, com placas de Pompeú, quando foram abordados em uma Operação no bairro Vivendas da Exposição, em Divinópolis. Com os suspeitos, foram encontrados R$1.275 em dinheiro, que eles alegaram que seria usado para comprar drogas de um homem chamado Clayton, conhecido como “Furacão”.
Ainda de acordo com os suspeitos, o homem estaria esperando por eles no bairro Jardinópolis em um carro cinza. Os militares foram até o local e localizaram o carro com três suspeitos dentro, que tentaram fugir ao verem os policiais, mas foram abordados.

 

 


No veículo, estavam: Paulo Henrique Moreira Milagre, de 35 anos, e o irmão dele, Carlos Alberto Milagre, de 37 anos.  “Furacão” passou aos militares o nome de Cleyton Junior dos Santos Porto, mas posteriormente foi verificado que ele se chamava Éder Janio de Assis, de 28 anos, e era foragido da justiça desde 2014 e estava com dois mandados de prisão em aberto.
No carro, os militares encontraram uma sacola plástica, escondida atrás do painel, com 13 porções de crack e cinco gramas de cocaína. Na casa dos suspeitos, no bairro Floresta, os militares ainda abordaram Ana Paula Rosa Barbosa, de 24 anos, que tentou dispensar uma sacola contendo duas balanças de precisão, 200 pedras de crack de tamanho considerável, um invólucro maior da mesma substância, duas porções de cocaína, além de mais quatro porções da mesma droga de tamanho menores e dinheiro.

 

 


Na casa, ainda foi localizado um computador com a inscrição do governo do Estado, que, provavelmente, foi roubado de alguma instituição estadual. O carro foi apreendido e removido ao pátio credenciado ao Detran. Os suspeitos foram levados para a Delegacia, juntamente com o material apreendido.
Eder possui passagens por roubo, tráfico e associação para o Tráfico. Paulo Henrique possui passagens por tráfico e latrocínio. Os outros não possuem passagens.

 

 


Créditos: Divulgação PM

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.