quarta-feira, 15 de Outubro de 2014 12:59h Da Agência Brasil

Bombeiros aumentam efetivo para controlar incêndio na região serrana do Rio

O incêndio que atinge desde domingo (12) a vegetação na região serrana do Rio já consumiu 2,4 mil hectares – o que corresponde a 2,4 mil campos oficiais de futebol

No Parque Nacional da Serra dos Órgãos (Parnaso) – situado entre os municípios de Guapimirim, Magé, Petrópolis e Teresópolis –, mais de 500 hectares foram atingidos pelo fogo. A dificuldade de acesso prejudica o trabalho dos bombeiros, que tiveram hoje (15) o efetivo aumentado de 100 para 170 homens. Eles contam com o auxílio de 20 viaturas e cinco helicópteros – dois do Corpo de Bombeiros, um da Marinha, um da Polícia Militar e um da Polícia Civil. Os esforços estão voltados para os focos em locais remotos, onde não é possível chegar por terra. A corporação alerta para o período de estiagem que atinge toda a Região Sudeste e pede que as pessoas denunciem atos que possam gerar novas ocorrências.

Segundo o monitor ambiental do parque Ivan Monteiro, diversos animais foram retirados mortos, entre eles, duas antas e uma paca, além de um ouriço, que foi resgatado ferido pelos profissionais do Projeto Fauna Viva. A equipe sobrevoou nesta quarta-feira a região para averiguar a real extensão dos danos ambientais. A partir de agora, serão traçadas novas estratégias. O combate aos focos de incêndio conta com uma equipe de 24 brigadistas do parque, administrado pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) e 26 do Instituto do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

O prefeito de Petrópolis, Rubens Bomtempo, acompanha as ações dos bombeiros. Por meio da secretaria de Proteção e Defesa Civil, o município reforça orientações à população sobre os perigos das queimadas. Para evitar novos focos, a prefeitura orienta a população sobre o descarte correto do lixo. “Estamos unindo esforços para combater os incêndios e ainda evitar o surgimento de novos focos. O estado reforçou o efetivo e disponibilizou helicópteros para garantir a chegada às áreas de difícil acesso”, disse Bomtempo.

O comandante dos  bombeiros na região, coronel Roberto Robadey, destacou o trabalho de combate às chamas. "[Está sendo usada] toda a estrutura necessária para combatermos os incêndios, com homens, viaturas e helicópteros, além de caminhões d'água nas ações de resposta. Estamos fazendo o possível para superar as dificuldades e restabelecer a normalidade nas matas na região.”

Nos últimos dias, os incêndios florestais foram registrados em diversos pontos do município de Petrópolis, como no Vale do Cuiabá, em Calembe, Bonsucesso, Benfica, Araras, Bonfim, entre outros.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.