quinta-feira, 2 de Agosto de 2012 15:55h Gazeta do Oeste

Cabo da PM, mulher e casal são investigados por esquema de furto e clonagem de veículos

A corregedoria da Polícia Militar (PM) e a Polícia Civil vão investigar o caso de um cabo da PM suspeito de envolvimento com um esquema de furto e clonagem de veículos em Minas Gerais. O policial, a mulher dele e outro casal foram detidos na madrugada desta quinta-feira(2), após diversas denúncias.

O militar e a mulher dele estavam em casa, no bairro Betânia, região Oeste de Belo Horizonte. O outro casal é morador do bairro Tirol, e estavam em um Palio perto da casa do policial, eles foram flagrados pelos militares que faziam campana no local. O motorista, de 41 anos, foi abordado e disse que tentava fazer contato com o policial da casa, ele desconfiou da presença da PM e decidiu fugir, conforme contou os militares.

No estacionamento do prédio foi apreendida uma pick-up Strada, de cor preta, com a placa de um Celta, que está no nome da mulher do militar. No local, também estava um Palio com queixa de furto, ocorrido no mês passado em Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. A esposa do militar foi detida por envolvimento e receptação.

Ao ser ouvido pela delegada Rosângela Tulher, o policial tentou desviar o foco e jogar a culpa na esposa. Segundo ele, um amigo da mulher teria pedido para deixar o carro na garagem e alegou inocência no caso.

O outro casal suspeito também acabou detido e autuado por formação de quadrilha. Eles teriam avisado os suspeitos sobre a presença da polícia e também são suspeitos de ter escondido as chaves do Palio.

Ainda de acordo com A PM, a mulher já tem passagem pela polícia por estelionato. Todos os envolvidos no esquema foram encaminhados à Delegacia do Departamento de Trânsito de Minas Gerais (Detran). Cinco chaves de veículos foram encontradas na casa do policial. Dois veículos foram periciados, inclusive, um deles foi identificado como sendo um carro roubado no mês passado. O dono do carro não reconheceu nenhum dos envolvidos como autores do assalto.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.