sexta-feira, 29 de Maio de 2015 12:23h Carina Lelles

Cachorro fica ao lado do corpo do dono após homicídio

Em Leandro Ferreira um idoso foi morto a pauladas e marteladas. Os suspeitos são conhecidos da vítima

Na madrugada de ontem a Polícia Militar (PM) registrou um homicídio em Divinópolis. Um homem, de 51 anos, foi morto a tiros no bairro Bela Vista. O cachorro da vítima ficou ao lado do corpo e os policiais militares tiveram que acionar o Corpo de Bombeiros para capturar o animal.
De acordo com a PM, vizinhos notaram que o portão e a porta da casa de Ricardo Fernandes de Lacerda estavam abertos e, ao verificarem, viram o corpo dele próximo à porta. Os vizinhos acionaram a PM, que constatou que o homem já estava morto.
Para conseguirem chegar até o corpo da vítima, os policiais tiveram que acionar o Corpo de Bombeiros para imobilizar o cachorro da raça Pit Bull, que estava ao lado do corpo do dono e não deixava os policiais se aproximarem.
Peritos da Polícia Civil estiveram no local e constataram que Ricardo foi morto com um tiro na cabeça. Já existe suspeito do crime, já que a vítima, que era usuária de drogas, foi ameaçada semanas antes. Até o fechamento desta edição o suspeito ainda não havia sido encontrado.
Leandro Ferreira
A brutalidade de um assassinato deixou os moradores da pequena Leandro Ferreira assustados nesta quarta-feira. Um idoso, de 63 anos, foi perseguido por dois homens e agredido com pauladas e marteladas.
De acordo com a PM, denúncias informaram que a vítima estava sendo espancada por dois indivíduos no bairro Bela Vista. No local, os policiais militares encontraram o idoso caído, inconsciente e com sangramento na cabeça. Ele foi socorrido e levado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Nova Serrana em estado gravíssimo, não resistiu aos ferimentos e morreu na madrugada de ontem.
Uma idosa, de 85 anos, dona da casa onde a vítima foi encontrada, disse aos policiais que o idoso entrou no quintal da casa e logo em seguida entraram os dois suspeitos, que o agrediram com um pedaço de pau e um martelo. Após as agressões, os suspeitos fugiram.

Leia Também

Imagem principal

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.