sexta-feira, 11 de Maio de 2012 14:01h Atualizado em 11 de Maio de 2012 às 14:27h. Vinicius Soares

Caminhão tomba e motorista morre na BR-494

Um homem de 41 anos faleceu na manhã de ontem, (10) em um acidente na BR-494, em Nova Serrana. O caminhoneiro Cláudio Aparecido Vieira, seguia sentido Passos-Belo Horizonte, quando perdeu o controle da direção e caiu em numa fissura às margens da rodovia

Um homem de 41 anos faleceu na manhã de ontem, (10) em um acidente na BR-494, em Nova Serrana, no Centro-Oeste mineiro. O caminhoneiro Cláudio Aparecido Vieira,  seguia sentido Belo Horizonte, quando perdeu o controle da direção e caiu em uma vala às margens da rodovia.
O veículo de grande porte transportava cerca de cento e sessenta porcos.
Uma equipe do frigorífico responsável pela carga esteve no local ajudando a retirar os animais da pista. Segundo a Polícia Rodoviária Estadual, Cláudio Vieira perdeu o controle da direção porque um dos pneus dianteiros do caminhão estourou e o veículo acabou saindo da pista e tombando dentro de um buraco.O motorista, que teve morte instantânea.

De acordo com os policiais que estiveram no local do acidente, o tacógrafo do veículo estava destruído, o que pode indicar que o condutor estava em alta velocidade e não usava o cinto de segurança.
Os porcos que sobreviveram foram levados para um frigorífico em Nova Serrana. Os animais mortos foram jogados no lixão da cidade e alguns foram levados por populares que estiveram no local.
Apesar do acidente ter sido na madrugada, até a tarde, depois de várias tentativas e três guinchos simultaneamente o puxarem na direção oposta para tentarem revira-lo, o caminhão ainda não tinha sido resgatado.
A Polícia Rodoviária Estadual e Federal disponibilizou agentes para controlar o tráfego no trecho.

 

(No mesmo dia outro acidente na BR 262, próximo à Nova Serrana, no trevo da comunidade dos Gamas, também deixou o trânsito lento no local)

 

Fotos e vídeos de Andre Gonçalves
 

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.