quarta-feira, 20 de Junho de 2012 14:36h Camila Caetano

Centro Socioeducativo passa por avaliações

Após algumas denúncias recebidas pela equipe da TV Integração e posteriormente encaminhadas ao Ministério Público, de que o Centro Socioeducativo de Divinópolis estaria com algumas dificuldades, como um incêndio que teria acontecido num alojamento com cinco jovens, provocado por um deles, o Promotor da Infância e Juventude, Carlos Fortes, realizou uma visita ao Centro, para obter maiores esclarecimentos.

 


Sobre esse acontecimento o Promotor na ocasião, afirmou que o mesmo foi controlado de imediato e que ainda estão abertas as investigações para identificar o responsável. Além disso, o denunciante anônimo chegou a questionar a falta de espaço no Socioeducativo, o qual estaria com excesso de internados. A reclamação foi questionada por Carlos Fortes, declarando que o Centro é um dos melhores do Estado, e devido à alta rotatividade não há superlotação.

 


Fator relevante é que segundo o Diretor Geral do presídio Floramar, Zuley Jacinto, já está em andamento os estudos sobre a construção da Associação Prisional de Assistência aos Condenados (Apac). “Eu fui informado recentemente de maneira informal pelo vice-prefeito que a área destinada à construção, que é logo aqui em frente ao Socioeducativo, já estaria liberada, só tinha algumas pendências jurídicas”, relata Zuley Jacinto.

 


Zuley Jazinto também afirma que ainda nesse ano vai ser construído um anexo à Unidade prisional do Floramar, com capacidade para 296 vagas. A edificação não foi iniciada, mas o planejamento e os estudos já estão em andamento.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.