quarta-feira, 5 de Novembro de 2014 06:09h

Ciganinha raptada para se casar é encontrada em Itaúna

Uma criança de onze anos, raptada por um grupo de ciganos na noite do último domingo, em Lagoa da Prata, foi resgatada em Itaúna após investigações das polícias Civil e Militar

A criança estava na rodoviária junto com um casal suspeito do crime. Eles foram presos em flagrante.
Segundo o pai da menina, André Soares, ela foi raptada para se casar com um cigano. “Na nossa cultura é comum casar cedo, mas não com onze anos. Minha filha é nova para isso. Graças a Deus ela foi encontrada”, disse.
De acordo com informações da Polícia Militar (PM), a menina está bem, porém deve passar por exames de corpo delito. Ela permanece no Conselho Tutelar e deve ser levada para a cidade de Araxá, no Alto Paranaíba, onde ficará na companhia dos pais.

 

 

Rapto
A avó da criança, que também é cigana, contou que no sábado estava em um posto de combustíveis na entrada da cidade de Lagoa da Prata, quando foi abordada por um homem que ofereceu estadia para ela e os três netos. Ela aceitou o convite, porque conhecia o homem, mas na residência estava outro grupo de ciganos, composto por sete pessoas.
A avó relatou à PM que, por volta das 23h de domingo, dois homens do grupo de ciganos a ameaçaram com um revólver dizendo que levariam a menina para que se casasse com o filho de um deles. “Eles levaram minha filha só para esse casamento. Espero que não tenham feito mal a ela”, finalizou o pai.

 

 

Crédito: Divulgação

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.