segunda-feira, 1 de Outubro de 2012 09:09h Erik Ulysses

Com a volta das chuvas aumentam os riscos de acidentes de trânsito

Depois de quase três meses, na tarde do dia 20 voltou a chover em Divinópolis. A volta das chuvas serviu para diminuir os altos índices de calor e também para aumentar os níveis da umidade relativa do ar que estavam muito baixas. As previsões para a primavera desse ano são de pancadas de chuva durante toda a estação sendo que em dezembro as chuvas devem ser mais constantes.

 


Porém, com a volta das chuvas também aumentam os números de acidentes de trânsito. Devido à pista molhada e a pouca visibilidade provocada pela água os riscos de se envolver em acidentes aumentam bastante. Dessa forma, a atenção de condutores e pedestres deve ser redobrada nos dias de chuva.

 

De acordo com informações da Polícia Militar durante os meses de outubro de 2011 a janeiro de 2112 foram registrados 1644 acidentes de trânsito em Divinópolis. Os números envolvem todos os registros de acidentes, como choques mecânicos, colisões, abalroamentos, dentre outros.

 

A Polícia destaca ainda que nos meses de dezembro e janeiro ocorre um aumento significativo de automóveis em Divinópolis devido ao período das férias escolares, compras, formaturas acadêmicas e diversas festas de final período de férias. Dessa forma a chuva atua como um fator complicador no trânsito.

 

Segundo a PM, algumas medidas para evitar os acidentes podem ser tomadas, tais como observar os horários de picos para evitar congestionamento, acompanhar a previsão do tempo, fazer a revisão do veículo, checar os equipamentos de frenagem do veículo, respeitar as normas de trânsito (principalmente a sinalização). Sempre que possível, nos cruzamentos dê a preferência, dependendo do lugar que for vá a pé, evite discussões no trânsito e procure conhecer os horários do comercio no período de festas.

 

O DETRAN disponibiliza algumas dicas para serem seguidas pelos condutores de veículos nos dias de chuva. Além das dicas de segurança no trânsito da Polícia Militar o Gazeta do Oeste traz para você as orientações do Detran:
 

Visibilidade: Durante as chuvas a visibilidade fica prejudicada, pois os vidros ficam embaçados tanto pelo lado de fora, como pelo lado de dentro. Como os vidros dos carros tendem a ficar fechados, o ar interno não circula e os vidros se embaça. Uma das dicas para resolver esse problema é ligar o ar condicionado do carro. Também é importante que o desembaçador elétrico traseiro fique ligado. Aqueles veículos que não possuem ar condicionado e o desembaçador traseiro é bom deixar a janela aberta por alguns momentos para que o ar externo possa circular pelo veículo. Líquidos desembaçadores também acessórios que podem ser utilizados.

 


Buracos escondidos pelas chuvas: É sempre importante que os motoristas andem com os pneus bem calibrados. Caso caía em uma cratera não freie o veículo, pois se o carro cair em um buraco com as rodas travadas os danos poderão ser ainda maiores. Se os motoristas tiverem conhecimento de ruas que possuam buracos é bom evitá-las.
Distância: Durante as chuvas os veículos devem manter certa distância uns dos outros. Dessa forma é mais fácil frear e também agir de forma preventiva se antecipando às ocorrências que poderão surgir.

 


Evite a aquaplanagem: O acúmulo de água nas pistas é recorrente nesse período chuvoso. É importante que os condutores evitem trafegar nas faixas externas das vias, evitando assim as áreas que possam acumular água. Se a pista tiver faixa central trafegue por ela. Quando estiver nessas áreas evite freadas ou mudanças bruscas. Mantenha o seu pneu sempre em bom estado.

 


Enchentes: Em caso de enchentes o recomendado é que o condutor abandone o veículo. Após as águas superarem a altura dos pneus a tendência é que os veículos comecem a boiar. Não deixe para abandoná-lo quando a água atingir as janelas, uma vez que a porta pode travar e ficará difícil de abandonar o veículo.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.