sexta-feira, 10 de Junho de 2011 16:21h Atualizado em 11 de Junho de 2011 às 13:17h. Venilton Ferreira

Condenados por tráfico de drogas são presos em Divinópolis

A Polícia cumpriu diversos mandados expedidos pela justiça

A Polícia Militar, com o apoio da Polícia Federal, cumpriu ontem (09), vários mandados de prisão de indivíduos condenados por tráfico de drogas. Os envolvidos foram inicialmente presos na operação Blecaute da Polícia Federal, realizada no ano passado com o apoio da Polícia Militar. Naquela ocasião, foram apreendidos cerca de 60 quilos de pasta base de cocaína, além de R$ 28.000,00 em dinheiro em um posto próximo ao trevo de Marilândia, distrito de Itapecerica/MG.


Após o flagrante, todos os envolvidos foram presos, em razão daquela ocorrência e também em cumprimento aos mandados de prisão preventiva decretada pela justiça. De acordo com a investigação, a quadrilha era responsável por trazer entorpecente da cidade de Pontes e Lacerda/MT para a cidade de Divinópolis e região, sendo que o indivíduo W.R., conhecido como “Janela”, era o principal mentor do esquema


Durante a instrução do processo, os advogados dos acusados conseguiram uma liminar no Tribunal de Justiça de Minas para que eles respondessem o processo em liberdade, alegando excesso de prazo na conclusão do processo.


Nesta quarta-feira (08), o MM. Juiz da 3ª Vara Criminal de Divinópolis sentenciou o processo, condenando todos os envolvidos às seguintes penas:

 

        W.R., vulgo “Janela”: sete anos e oito meses.
        G.S., vulgo “Alemão”: nove anos e dez meses.
        B.C.S.: quinze anos e oito meses
  J.J.S.: nove anos e dez meses
  E.M.S., vulgo “Boi”: 11 anos e oito meses.
  M.F.S., vulgo “Reloginho”: nove anos e dez meses.

 

Também foi decretada a perda dos bens dos acusados, inclusive o imóvel de “Janela” na barragem de Carmo do Cajuru, avaliado em quase um milhão de reais.


Ao sentenciar, o juiz determinou que os presos fossem novamente recolhidos à prisão, para cumprimento das penas. Ainda decisão cabe recurso ao TJMG.


W.R., vulgo “Janela” e o ex-funcionário do Guarani, conhecido como “Reloginho” já foram encaminhados ao Presídio Floramar em Divinópolis.
Dois dos acusados foram presos na cidade de Tupã/SP e estão sendo transferidos para o Presídio Floramar. A Polícia Federal, com o apoio da Força Nacional de Segurança está tentando efetuar a prisão de outros dois acusados na cidade de Pontes e Lacerda, no estado do Mato Grosso. 

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.