terça-feira, 28 de Maio de 2013 05:53h Erik Ullysses

Corpo de Bombeiros ministra curso para funcionários de casas de eventos de Divinópolis

No curso serão repassadas as técnicas utilizadas por brigadistas. Objetivo é que os próprios funcionários possam atuar em casos de acidentes mais comuns

O Corpo de Bombeiros está realizando em Divinópolis um curso para funcionários de Casas de Eventos da cidade. Ao longo de dois dias, ontem e hoje, serão ministrados aos alunos do treinamento técnicas utilizadas por brigadistas no momento de salvamento em caso de acidentes.

No total participam da capacitação funcionários de 14 locais de Divinópolis, entre bares, boates e buffets, divididos em duas turmas. A primeira delas realizou o curso na semana passada enquanto a segunda termina hoje.

De acordo com Jonas Link, tenente do Corpo de Bombeiros, o treinamento tem foco nas situações comuns que podem ser enfrentadas neste tipo de local, como combate a princípios de incêndios. Ele ressaltou ainda que o curso vem justamente para evitar que tragédias como a ocorrida na boate Kiss, em Santa Maria, Rio Grande do Sul, possam acontecer em Divinópolis.

“Essa é uma ação dos bombeiros no sentido de reforçar todas as medidas que estão sendo tomadas de fiscalização, acompanhamento nos locais de reunião de público com vistas à tragédia de Santa Maria, na boate Kiss.

Então a gente está fazendo com eles um treinamento de 16 horas, sobre combate a princípios de incêndio e primeiros socorros com profissionais que trabalham nestes lugares. Assim eles vão ter mais segurança para atuarem em situações de urgência e emergência” garantiu o tenente.

Maria Júlia Silveira, funcionária da Lux Lounge, afirmou que as técnicas aprendidas no treinamento funcionam como um preventivo. “A gente aprende a forma de socorrer as pessoas no nosso local de trabalho e de maneira fluente, correta. Ás vezes a gente percebe que a pessoa não está bem e não consegue socorrer. Então é mais um aprendizado para acrescentar ao nosso trabalho de rotina” externou. Maria contou ainda que ao longo do curso aprenderam técnicas para o socorro de pessoas com queimaduras, fraturas, parada cardíaca, acidentes e afogamentos.

Já para Marcela Tavares, que trabalha há dois anos no Hangar, este tipo de curso é importante para todas as pessoas, não apenas para quem trabalha em casas de shows. “O curso de certa forma é muito importante para a gente. Eu acho que seria necessário todo mundo ter esse curso” disse. Ela contou que certa vez sua irmã teve uma crise convulsiva. Na ocasião ela não sabia o que fazer, diferente de hoje, momento em que aprendeu os procedimentos necessários para ajudar uma pessoa em convulsão.

A visão sobre a importância do treinamento também foi compartilhada por Divino Ferreira, proprietário da casa noturna Babilônia. “O Corpo de Bombeiros teve uma iniciativa muito boa porque a legislação nos exige que tenhamos brigadistas e no mercado tem brigadista para ser contratado. Mas a gente não conhecia o trabalho, em que consistia as atividades de um profissional assim. A gente está conhecendo e praticando o treinamento.

Eu acho que está sendo uma iniciativa muito boa e importantíssima para nós que temos casas de shows” assegurou.

O tenente Link contou que todas as casas que promovem eventos ou alugam os seus espaços para festas foram convidadas a participarem do curso. Dentre todos os convidados, compareceram 14. São eles o Bar Tia Elza, Point Beer, Casa Encantada, Clube Havaí, Espaço Vitor, Amarelinha Festas e Buffet, Paulinelli, Lux Lounge, Babilônia, Casa de Baile, Yellow Hall, Hangar e Mister Sam.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.