terça-feira, 22 de Janeiro de 2013 09:08h Erik Ullysses

Corpo de um homem é encontrado com a garganta cortada e abandonado em córrego de São José dos Salgados

Ainda não se sabe o que motivou o crime, mas a principal suspeita é que tenha relação com o tráfico de drogas

No início da tarde de ontem a Polícia Militar encontrou o corpo de um homem em um córrego em São José dos Salgados, distrito de Carmo do Cajuru. A vítima foi identificada como Douglas Maldonado Rodrigues de Souza, de 27, e foi encontrado com um grande e profundo corte na garganta. Douglas possuía duas passagens pela polícia por tráfico de drogas, além de outras cinco por uso de drogas e uma por extorsão.
O sargento da Polícia Militar, Ivanir Resende Azevedo, contou que a princípio a PM recebeu denúncias de que haveria um carro Fiat Palio, de cor vermelha e placa GMS-4870, abandonado próximo ao córrego Volta do Brejo. Quando os policiais militares foram verificar o veículo encontraram marcas de sangue próximo ao carro e às margens da estrada. “A viatura de São José dos Salgados recebeu uma denúncia de que teria um veículo abandonado na beira desse córrego aqui. Quando estavam verificando o veículo foram notados vestígios de sangue e verificaram as margens. Eles notaram que haviam arrastado alguma coisa até as margens do córrego aqui próximo. Eu cheguei aqui ao local também e ajudei na verificação do local e encontramos o corpo dentro da água. Pelo veículo  já tinhamos informações sobre o indivíduo chamado Douglas Maldonado, suspeito de tráfico de drogas” afirmou.
Segundo o sargento Azevedo, a vítima que reside em Divinópolis vendia entorpecentes constantemente em São José do Salgados, o que aponta para um assassinato relacionado com o tráfico de drogas. “Fizemos uma verificação com indivíduos aqui já suspeitos também de uso e tráfico de drogas na cidade e fomos informados que ele vendia drogas aqui na cidade, mas que tinha um mês que ele não aparecia aqui. Agora nesta data ele veio aqui e não sabe ainda o que foi a causa do crime, mas a princípio tráfico de drogas” contou.
O Corpo de Bombeiros foi acionado ao local para retirar o corpo de Douglas Maldonado, já que ele estava em uma área de difícil acesso. O tenente Mateus Campos Cunha explicou que apesar do difícil acesso o trabalho para a retirada do corpo não foi difícil. “O córrego era bastante raso. Ele estava próximo á margem e a equipe entrou lá e tirou o corpo. Foi um trabalho bastante simples” garantiu. Ele contou ainda que aparentemente o corte no pescoço da vítima foi a causa de sua morte.
Pelos vestígios de sangue deixados no veículo e pela estrada a principal suspeita é que o corpo tenha sido levado no porta-malas do carro até o local e sido abandonado no córrego. Ninguém ainda foi preso pelo assassinato.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.