terça-feira, 10 de Janeiro de 2012 09:46h Paulo Reis

Cratera provoca acidentes na BR-494

Cratera de aproximadamente três metros de diâmetro tem causado diversos estragos à veículos que trafegam pela BR-494 entre Carmo da Mata e o trevo de Cláudio. Até o fim da manhã de ontem o trânsito estava restrito á apenas um dos lados da pista

Uma enorme cratera foi aberta no KM 78 da BR-494 por causa das chuvas sucessivas que tem atingido a região nestes últimos dias. A cratera está localizada próximo as comunidades rurais de Araras e Barreiras, território entre a cidade de Carmo da Mata e o trevo de Cláudio. 
Um acidente grave foi registrado na manhã de ontem (09) quando um motorista de 60 anos que trafegava pela rodovia passou pelo buraco, que ainda estava pequeno em diâmetro, no entanto já com grande profundidade. Com o impacto pneus estouraram e empenaram três rodas, além de quebrar o fecho de molas do veículo.
Um segundo veículo conduzido por Wellington Batista, de 25 anos, que seguia logo atrás da carreta, também passou pelo local, batendo o assoalho do carro no chão, com o impacto teve um pneu dianteiro estourado e ainda rodou na pista.  
Depois da passagem dos dois veículos o buraco se abriu mais ainda, formando uma cratera de mais ou menos três metros de diâmetro e ainda de grande profundidade.
O condutor da carreta disse que os envolvidos no acidente, ele e os quatro ocupantes do carro Monza, nasceram novamente, devido a proporção da cratera que se encontra na pista.
Até as 9:30h, da manhã da última segunda-feira (09), o trânsito esteve parcialmente interditado, o fluxo de veículos estava somente em meia pista.
Conforme informações da Polícia Militar Rodoviária de Oliveira, não está descartada a possibilidade de a BR 494 ser totalmente interditada, tendo os usuários da rodovia que utilizar outra rota, desviando pela cidade de Cláudio ou pela BR 381.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.