sexta-feira, 28 de Outubro de 2011 12:07h Paulo Reis

Cuidados básicos com botijões de gás podem evitar tragédias

Bombeiros alertam para os cuidados com os botijões de gás

O botijão de gás é um dos produtos domésticos mais comercializados em todo o mundo. Presente na maior parte das residências, ele pode provocar grandes acidentes se não forem observados alguns cuidados durante utilização. O Corpo de Bombeiros alerta que é preciso também bastante atenção na hora da aquisição, do manuseio e do acondicionamento do recipiente.


Todo botijão tem que conter um lacre exclusivo e inviolável com a marca sobre a válvula. O consumidor deve ficar atento e conferir se a marca registrada em relevo no botijão é a mesma do lacre e da etiqueta. O produto deve ser recusado caso esteja sem o lacre ou com o mesmo sem marca, quebrado ou solto. A compra deve ser realizada apenas com revendedores autorizados e nunca em pontos de venda sem credenciamento. Caso haja alguma suspeita, o consumidor pode fazer uma denúncia anônima pelo telefone 181.


O botijão deve sempre ser armazenado em espaços ventilados e instalado longe de instalações elétricas. A distância ideal é de, no mínimo, 1,50m. Os bombeiros ainda chamam a atenção para que a instalação seja feita longe de ralos ou grelhas de escoamento de água. Por ser mais pesado que o ar, o gás pode se depositar nesses locais.


Depois da instalação o botijão, deve passar pelo teste de vazamento. Basta passar espuma de sabão ao redor da válvula.  Se surgirem bolhas, é necessário desconectar o regulador de pressão de gás e verificar se existe vazamento na válvula. Se o problema persistir, leve o botijão para um lugar ventilado, deixando o regulador de pressão de gás desconectado e chame um técnico. Outro cuidado importante é não deixar a mangueira atrás do fogão. Se for necessário alterar a posição de entrada de gás, chame profissionais capacitados para executar o serviço.


Se o gás acabar, nunca vire ou deite o botijão, porque se ainda houver algum resquício do produto, ele poderá vazar. Antes de trocar o botijão, é preciso confirmar se todos os queimadores do fogão estão desligados. Só assim, o recipiente vazio deve ser desconectado e colocado o novo. Para esse serviço, o consumidor deve usar apenas as mãos, nunca ferramentas como martelo ou alicate. Este também é o momento ideal para examinar as condições da mangueira e do regulador de pressão de gás, verificando o prazo de validade e o estado de conservação.


Se mesmo após todos esses cuidados, houver a suspeita de algum vazamento, o consumidor deve fechar a alavanca do regulador de pressão de gás e, em seguida, colocar o botijão em um lugar aberto e longe de fontes de ignição. Interruptores de eletricidade e equipamentos eletrônicos ou outros que possam produzir faísca devem ser mantidos desligados.


Muito cuidado! A chave geral de eletricidade só deve ser desligada se estiver fora da residência. Fósforos, isqueiros ou cigarros nunca devem ser acesos neste momento e indica-se, ainda, abrir as portas e janelas e alertar as pessoas que estiverem por perto. Se perceber a presença de fogo, feche o registro, desligue a chave geral e chame o Corpo de Bombeiros pelo telefone 193.

Leia Também

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.