sexta-feira, 13 de Junho de 2014 07:14h Aaron Oliveira

Divinópolis chega a 15 homicídios, mas Polícia Civil garante compromisso com elucidação dos casos

Segundo o delegado, José Luiz Quintão Tavares, a maioria dos homicídios está relacionada ao tráfico

A cidade de Divinópolis já conta 15 homicídios consumados no ano de 2014. O delegado Polícia Civil, José Luiz Quintão Tavares, explica a situação que relaciona os homicídios.
Segundo ele a apuração dos casos tem sido muito eficiente e está alcançando resultados satisfatórios com relação a todos os homicídios. Praticamente todos estão sendo investigados pela Polícia Civil, que garante ter uma linha de investigação sólida, com o apontamento de suspeitos como executores dos crimes.
Algumas investigações já foram encerradas e os executores indiciados, inclusive com denúncia aberta na justiça. As outras investigações que não foram encerradas, de acordo com o delegado, já estão em avançado grau de apuração, faltando fortalecer mais as provas para melhor contribuir com a justiça na condenação dos culpados.
José Luiz destaca o trabalho realizado nas investigações da Polícia Civil junto à Delegacia de Homicídios de Divinópolis, e diz que a apuração começa desde o momento em que crime é cometido, já com o recolhimento dos fatos  na cena do crime e o trabalho de inteligência dos investigadores que trabalham disfarçados. “Aqui em Divinópolis nós observamos entre os crimes de homicídios um acentuado índice de crimes relacionados ao submundo das drogas, pessoas que estão relacionadas com o tráfico seja como viciadas, consumidoras, mas, acima de tudo, como traficantes,” pontua o delegado. Ele exemplifica que os crimes costumam estar ligados a disputas por pontos de venda de drogas e acertos de contas.
José Luiz explica que as provas são colhidas com reserva e prudência, trata-se de uma polícia de investigação que tem o propósito de terminar bem o trabalho e remeter à justiça relatórios sólidos. “De forma que amanhã [a prova] não seja descaracterizada e revertida no tribunal, para que esse criminoso não saia impune. A maioria das investigações que são conduzidas aqui resultam em condenação”, diz, referindo-se ao andamento dos processos relacionados com homicídios.
Para o delegado, cabe ressaltar, por fim, a importância e contribuição da população nas prisões. E ele reafirma que a PC garante o anonimato de quem fizer denúncias e não quiser se identificar. “A contribuição da sociedade é muito importante, muitos crimes em Divinópolis são solucionados com a ajuda e colaboração [das pessoas], toda informação é bem vinda e é necessária”, finaliza.

 

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.