terça-feira, 12 de Janeiro de 2016 08:57h

Divinopolitano assassinado no Pará será enterrado hoje

Um divinopolitano, de 26 anos, foi morto em uma praia na cidade de Porto de Moz, no Pará. Ele era estudante de Agroecologia e estava naquela cidade fazendo “mochilão” nas férias

O jovem deverá ser enterrado hoje em Pedro Leopoldo, região metropolitana de Belo Horizonte, onde moram o pai e os irmãos da vítima.
De acordo com o delegado responsável pelo caso, Mhoab Khayan Azevedo Lima, Gabriel José Jorge foi assassinado a tiros e a facadas na madrugada do último sábado. A suspeita é que o crime tenha sido latrocínio (roubo seguido de morte), já que a carteira e o celular da vítima foram roubados.
Ainda de acordo com o delegado, há suspeitos do crime, mas não pode passar mais informações, para não atrapalhar as investigações. A vítima, segundo Mhoab, foi vista pela última vez com vida, ao carregar o celular em um quiosque. Ele foi morto próximo à barraca de camping que usava para dormir.
Segundo a família, que mora em Pedro Leopoldo, o estudante estava viajando, fazendo o chamado “mochilão”, desde o Natal e pretendia conhecer vários lugares do Brasil. Os familiares da vítima ficaram sabendo da morte através de redes sociais.
O corpo de Gabriel será velado e enterrado em Pedro Leopoldo. A previsão é que o corpo chegasse na noite de ontem e enterrado hoje. Ele era filho de José Luiz Cortez e Bernadete Duarte Jorge, que trabalhou na escola Raio de Sol, em Divinópolis, e faleceu em 2014.

 



Créditos: Divulgação WhatsApp

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.