Divinopolitano assassinado no Pará será enterrado hoje

Um divinopolitano, de 26 anos, foi morto em uma praia na cidade de Porto de Moz, no Pará. Ele era estudante de Agroecologia e estava naquela cidade fazendo “mochilão” nas férias

O jovem deverá ser enterrado hoje em Pedro Leopoldo, região metropolitana de Belo Horizonte, onde moram o pai e os irmãos da vítima.
De acordo com o delegado responsável pelo caso, Mhoab Khayan Azevedo Lima, Gabriel José Jorge foi assassinado a tiros e a facadas na madrugada do último sábado. A suspeita é que o crime tenha sido latrocínio (roubo seguido de morte), já que a carteira e o celular da vítima foram roubados.
Ainda de acordo com o delegado, há suspeitos do crime, mas não pode passar mais informações, para não atrapalhar as investigações. A vítima, segundo Mhoab, foi vista pela última vez com vida, ao carregar o celular em um quiosque. Ele foi morto próximo à barraca de camping que usava para dormir.
Segundo a família, que mora em Pedro Leopoldo, o estudante estava viajando, fazendo o chamado “mochilão”, desde o Natal e pretendia conhecer vários lugares do Brasil. Os familiares da vítima ficaram sabendo da morte através de redes sociais.
O corpo de Gabriel será velado e enterrado em Pedro Leopoldo. A previsão é que o corpo chegasse na noite de ontem e enterrado hoje. Ele era filho de José Luiz Cortez e Bernadete Duarte Jorge, que trabalhou na escola Raio de Sol, em Divinópolis, e faleceu em 2014.

 



Créditos: Divulgação WhatsApp

© 2009-2018. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.