segunda-feira, 11 de Novembro de 2013 04:53h Luiz Felipe Enes

Dois homens são presos após fazer falsas denúncias à polícia

Um deles teria orientado o amigo a ligar na PM e dizer que seu carro teria sido roubado. O mesmo carro que horas antes furou um bloqueio policial

Militares de Divinópolis, durante um patrulhamento pela estrada de acesso entre Divinópolis a Santo Antônio dos Campos (Ermida), na madrugada de ontem, viram um Fiat Pálio trafegando em baixa velocidade. Quando foi solicitado ao motorista do carro que parasse, ele não obedeceu, acelerou o veículo, perdeu o controle da direção e atingiu um muro, invadindo um lote.

 


Depois que o carro parou, três homens saíram de dentro do automóvel e começaram a atirar contra os militares, que revidaram com um disparo. Os três suspeitos fugiram sentido a um matagal, não sendo mais vistos. Já dentro do carro, nada de ilícito foi encontrado, apenas um aparelho celular. O carro estava com vários danos visíveis, tais como diversos arranhões na lataria. O carro foi apreendido, rebocado e levado ao pátio credenciado ao Detran.

 


Já na manhã dessa sexta-feira (08), uma ligação chegou até a central de atendimento da Polícia Militar, na qual um de homem de 26 anos alegava que seu carro teria sido roubado e informou aos atendentes as características do automóvel. Militares compareceram até a residência da vítima, identificado por B.E.C. Como o local já é conhecido por ser frequentado por usuários de drogas, a polícia fez questionamentos ao rapaz.

 


Depois de muita conversa, ele confessou à polícia que teria ido até a região para adquirir drogas. B.E.C ainda disse que se encontrou com um rapaz, conhecido pela alcunha de “Dadinho”. Este teria oferecido a ele duas pedras de crack para que emprestasse o veículo para andar pela cidade. De acordo com o suspeito, Dadinho teria chegado pela manhã no local, sem o carro e disse que fugiu de um bloqueio da polícia. Dadinho ainda teria orientado B.E.C a ligar no 190 e contar que o carro teria sido roubado.

 


PRISÃO

 


Como a falsa comunicação de crime prevê punições, conforme diz o Código Penal, a Polícia foi até a residência de Dadinho, onde após autorizada a entrada dos militares pelo pai do suspeito, encontrou o mesmo deitado na cama. No quarto, um tablete de maconha escondido dentro de uma mochila foi encontrado. Quatro aparelhos celulares e mais R$ 246 em dinheiro foram apreendidos.
Os dois suspeitos foram presos e levados à delegacia. B.E.C foi preso por denúncia falsa de crime e D.E.C (Dadinho), preso por possível envolvimento com o tráfico e também por ter fugido da polícia, desobedecendo a ordem de parada e direção perigosa. Os demais produtos encontrados também foram levados à delegacia.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.