terça-feira, 19 de Julho de 2011 09:04h Flaviane Oliveira

Dois homicídios em menos de três horas

Nos dois casos as vítimas foram alvejadas por vários disparos de arma de fogo

O dia teve início tranquilo e com a semana ainda no começo ninguém esperava que em menos de duas horas, cenas de horror e perplexidade fossem registradas em dois pontos distintos da cidade. Duas famílias terão que enterrar entes queridos levados embora da vida por disparos de arma de fogo. Dois homens foram mortos em estabelecimentos comerciais distintos na manhã de ontem. Os homicídios foram registrados em menos de três horas na cidade. Nos dois locais, muitos curiosos e familiares se mostravam assustados com o acontecido. O clima de tristeza e dor tomou conta dos bairros Santo Antonio e Itaí.


O primeiro homicídio registrado na manhã de ontem se deu por entre às sete e meia da manhã e oito horas. Testemunhas que estavam no local contam que Thiago Valeriano Silveira, 29 anos, estava na padaria que fica em frente à igreja da Nossa Senhora da Guia, no bairro Santo Antônio tomando café. Após o café o homem continuou vendo televisão no estabelecimento. Nesse momento um indivíduo não identificado com a cabeça encoberta por um capuz entrou na padaria e efetuou diversos disparos. A dona da padaria bastante apavorada se escondeu nos fundos do comércio, ela conta que no momento em que adentrou o estabelecimento, o suspeito de ter efetuado os disparos não chegou sequer a conversar com a vítima. A suspeita é de que Thiago tenha sido alvejado com cinco a seis tiros, porém, somente após a conclusão da perícia é que o número de disparos poderá ser confirmado. Testemunhas afirmam que o autor dos disparos fugiu em um carro preto. Thiago já tinha passagem pela polícia. Em 2009, a vítima do homicídio havia sido presa em flagrante por tráfico de drogas.
 

De acordo com Tenente Stanley Pena, a vítima residia no bairro Nossa Senhora das Graças e era casado. No momento estão sendo realizadas as investigações para apurar o caso. O tenente aproveitou para pedir a colaboração da população para que divulguem qualquer informação, “nós contamos com a população que através do 181 ou do 190 podem fazer denúncias para identificar o autor. Será identificado com familiares e amigos se a vítima estava sendo ameaçada”, destacou.


O delegado de Polícia Civil Leonardo Pio declarou que a vítima chegou ao local dos disparos por volta das 07h30, “a princípio pelo levantamento da perícia ele sofreu de cinco a seis disparos, porém através do exame de necropsia que poderemos determinar outros fatores que indiquem a autoria. A equipe de investigadores já está nas ruas no sentido de identificar o autor dos fatos. As testemunhas estavam bastante nervosas e foram ouvidas na delegacia, mas não souberam determinar se era somente uma ou duas pessoas no carro” disse Pio.

 

ITAÍ


A onda de homicídios não parou por aí. Por volta das 10h da manhã, no bairro Itaí, o jovem João Paulo Domingues, 20 anos, foi alvejado por tiros dentro de um bar na Rua Monte Líbano. Ainda não foram determinados quantos disparos foram efetuados. Até o momento em que a perícia fazia a averiguação no local, dois projéteis foram localizados. De acordo com testemunhas, o bar pertencia à familiares do rapaz. O delegado Leonardo Pio que estava no local contou que a vítima foi abordada por um indivíduo encapuzado que a alvejou. Após efetuar os disparos o suspeito fugiu a pé. A dor de familiares e amigos era visível.  O delegado informou ainda que o rapaz não tinha qualquer passagem pela polícia e já há possíveis suspeitos de ter cometido o crime, porém a identidade será preservada para não prejudicar as instigações. Quando questionado sobre a ligação dos homicídios registrados na manhã de ontem (18) o delegado afirma que investigações serão realizadas para avaliar a possibilidade que ainda não é descartada.

 

LATROCÍNIO


No fim de semana, um jovem de 21 anos foi morto em uma tentativa de assalto na Avenida Rosana Noronha Guarany, no Bairro Icaraí. Testemunhas contam que por volta das 21h30 da noite, ao saírem de uma lanchonete depararam com a vítima tentando se defender do autor RJR, 20 anos, com um capacete nas mãos e caindo ao solo em seguida, devido aos ferimentos causados pelos tiros. O autor teria tentado roubar a motocicleta que estava com a vítima. Durante a tentativa de assalto a vítima reagiu e acabou alvejada por três tiros de um revólver calibre 22. A unidade de Resgate foi acionada e levou a vítima ao Pronto Socorro Regional, porém, ele não resistiu aos ferimentos e veio a óbito. Após o fato, o autor fugiu sem levar o veículo.


Em rastreamento, a polícia abordou o suspeito em um bar próximo ao local dos disparos. O autor conduziu os militares até sua residência na Rua Madrigal, onde foram realizadas buscas, sendo encontrada a arma do crime, um revólver, calibre 22, juntamente com três cartuchos do mesmo calibre deflagrados e três picotados. O autor foi levado à delegacia juntamente com o material apreendido, onde foi autuado.

 

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.