terça-feira, 14 de Outubro de 2014 10:05h Atualizado em 14 de Outubro de 2014 às 10:12h. Pollyanna Martins

Dois homicídios são registrados em Nova Serrana em menos de 12 horas

Duas mulheres foram assassinadas a tiros em menos de 12 horas, nesse final de semana, em Nova Serrana.

Na tarde de domingo, Sueli Maria Carvalho da Rocha, mais conhecida no município como Sueli da Carroça, de 61 anos, foi assassinada com cinco tiros na porta de sua casa. Segundo a Polícia Militar, dois indivíduos, que não foram identificados, chegaram à casa da vítima em uma moto escura, quando o passageiro desceu e chamou a vítima.
Ao abrir o portão, Sueli foi atingida por cinco tiros e morreu no local. Nenhum suspeito foi identificado e a Polícia Civil segue na investigação da autoria e motivação do crime. Sueli tinha quatro filhos, dos quais três foram assassinados e, há poucos dias, os acusados de matar um de seus filhos foram julgados e condenados.
A vítima criava vários netos na casa onde foi assassinada.

 

 

BAIRRO PLANALTO
No outro crime, uma jovem que ainda não foi identificada pela Polícia Militar foi assassinada a tiros na madrugada de ontem, no bairro Planalto, também em Nova Serrana. Conforme a PM, o homicídio ocorreu nos fundos do ginásio poliesportivo do bairro.
Testemunhas relataram aos policiais que, por volta das 2h, ouviram vários disparos próximo ao local e viram dois homens deixando o lugar a pé. Ainda de acordo com a PM, a vítima foi morta com um tiro na parte de trás da cabeça, o que pode ter sido uma execução.
Durante um rastreamento, militares localizaram um menor, de 17 anos, e um jovem de 19 anos, próximo à Escola Estadual Padre Lauro, às margens da rodovia municipal Carmem Duarte – ligação de Nova Serrana ao distrito de Boa Vista de Minas. Com eles foi encontrado um revólver calibre 38.
Os suspeitos foram encaminhados para a Delegacia de Polícia, junto com a arma apreendida.

 

 

 

TENTATIVA DE HOMICÍDIO
Uma tentativa de homicídio foi registrada na noite desse sábado em Dores do Indaiá. De acordo com a PM, um menor, de 17 anos, tentou matar outro menor, também de 17 anos, com nove facadas.
Testemunhas informaram aos policiais que R.R.S entrou em uma residência que estava com a porta aberta na tentativa de fugir do ataque de L.F.C.S, mas o suspeito entrou atrás da vítima e lhe deu nove facadas. A proprietária da casa disse aos militares que o criminoso só parou as agressões, porque populares interferiram no ataque.
O menor foi encaminhado para o hospital local, onde os médicos constataram perfurações nas costas, cabeça, braços e mão direita. Após o primeiro atendimento, a vítima foi conduzida em estado grave para o Hospital João XXIII, em Belo Horizonte.
Durante rastreamento, os policiais localizaram o menor infrator, que já não estava mais com a faca utilizada no crime, porém o suspeito levou os militares até o local que a havia escondido. Ele alegou que R.R.S tinha tentado extorqui-lo, exigindo drogas e dinheiro, motivo que gerou a tentativa de homicídio.
O suspeito foi encaminhado para a Delegacia de Polícia junto com a faca apreendida.

 

Crédito: Divulgação/ Gazeta de Nova Serrana

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.