quarta-feira, 4 de Novembro de 2015 09:27h Atualizado em 4 de Novembro de 2015 às 09:30h. Carina Lelles

Dupla é detida, suspeita de vários assaltos no mesmo dia

Cerca de sete vítimas já reconheceram os suspeitos. Um terceiro indivíduo, que teria participado dos crimes, está foragido

Um adolescente, de 16 anos, foi apreendido e um jovem, de 19 anos, foi preso, suspeitos de terem cometidos assaltos em série na noite de sábado no Centro e nos bairros São José e Planalto. Cerca de sete vítimas já procuraram a delegacia e reconheceram os suspeitos. O comparsa deles ainda está foragido.
O primeiro assalto foi a uma farmácia, localizada na Avenida Amazonas, no Centro de Divinópolis. De acordo com testemunhas e vítimas, dois suspeitos entraram no local e um deles, armado, anunciou o assalto, roubando um celular de uma das vítimas e a bolsa com as chaves do carro de outra vítima. Na saída, a dupla tentou roubar o carro, mas não conseguiu ligar o veículo e fugiu.
Enquanto os militares registravam a ocorrência do assalto à farmácia, foram informados que uma dupla, com as mesmas características, havia assaltado uma padaria no bairro Planalto. Eles roubaram R$800 do caixa da padaria e celulares de clientes.
Com a ajuda de imagens do circuito interno de videomonitoramento, os militares conseguiram identificar um dos suspeitos, sendo ele o adolescente. Os policiais o encontraram na porta de um bar, localizado na Rua Cascalho Rico, no bairro São José.
O adolescente, que estava em uma bicicleta, foi abordado e com ele, os militares encontraram R$152 em dinheiro e um celular. O suspeito entrou em contradição ao informar a origem do celular, da bicicleta e do dinheiro. Ele foi apreendido e uma das vítimas o reconheceu como o autor do assalto, sendo ele quem estava de posse da arma de fogo, além do celular encontrado com ele pertencer à vítima.

 

Planejamento
Após ser apreendido, o adolescente confessou os crimes e entregou outros dois comparsas. Segundo a Polícia militar, o adolescente contou que foi até a casa de um amigo, identificado apenas como Felipe, onde planejaram roubar um carro.
O adolescente ainda contou que ele e o amigo resolveram chamar Guilherme Francisco Santos, conhecido como Tocão, de 19 anos, por ele ter uma pistola calibre 765. Além de emprestar a arma, Guilherme também foi responsável por dar fuga aos suspeitos.
O suspeito ainda contou que, após os crimes, foi feita a divisão do material roubado. A arma e um boné utilizado pelo adolescente na prática dos crimes teriam ficado na casa de Guilherme. No local, os militares abordaram o jovem e encontraram a arma, o carro, o boné, dinheiro e celulares roubados, além de uma porção de maconha. Guilherme foi preso e levado para a Delegacia.
Na casa de Felipe, os militares encontraram as roupas usadas nos crimes, mas o suspeito não estava no local e ainda não foi localizado. Outras vítimas procuraram a Delegacia após verem a foto de Guilherme, que foi divulgada na mídia, e reconheceram os suspeitos.

 

Crédito: Divulgação PM

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.