quarta-feira, 11 de Maio de 2016 12:20h Carina Lelles

Dupla sertaneja é assaltada na BR-494

Bandidos levaram a caminhonete das vítimas e vários materiais de trabalho que estavam no veículo

A dupla sertaneja de Maringá, no Paraná, Janderson e Anderson, foi vítima de criminosos nesta segunda-feira, na BR-494 em Nova Serrana. A dupla parou às margens da rodovia, quando foi abordada e teve a caminhonete e todos os pertences roubados.

 


De acordo com Janderson, estava ele, o parceiro, Anderson, e o agente, Danilo, dentro do veículo, quando pararam às margens da rodovia. Ele estava ao telefone e andou alguns metros, quando viu dois suspeitos, sendo um deles armado, abordar os outros dois que tinham acabado de descer do veículo e mandar que eles deitassem ao chão.
Janderson conta ainda que guardou o telefone no bolso e colocou as mãos na cabeça para mostrar que não ia reagir ao assalto. “Eram dois, sendo que um estava armado, e chegaram gritando ‘perdeu, perdeu’. Os dois entraram na caminhonete e fugiram com tudo dentro. Eu tinha colocado meu telefone no bolso e consegui acionar a Polícia”, conta.

 

 


Janderson ainda ressalta que foram muito bem atendidos pelos militares e que haviam muitos objetos de trabalhos e pessoais, já que estão na estrada há bastante dias. “Os militares nos atenderam muito bem, nos deram todo o apoio e suporte. Tinha bastante coisa na caminhonete, porque estamos em Minas desde a semana passada, vamos ficar ainda esta semana e depois vamos para São Paulo e voltamos no fim do mês para o show aqui em Divinópolis. Deus vai ajudar e vamos conquistar tudo de novo com o nosso trabalho”.

 

 


Os criminosos levaram as malas com roupas das vítimas, dois Mac Books Pro, um violão, uma viola artesanal, um chapéu, um case de bota, 10 mil CDs da dupla, três celulares, um notebook, carteiras contendo todos os documentos pessoais, bem como cartões bancários e vários calçados. A caminhonete é plotada com a foto e nome da dupla e, até o fechamento desta edição, não havia sido encontrada. Qualquer informação, acionar a Polícia pelos telefones 181 e 190.

 

 


Crédito: Mariana Gonçalves

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.