quinta-feira, 28 de Agosto de 2014 05:05h Carina Lelles

Empresário do setor siderúrgico é preso em Divinópolis

A Polícia Federal de Divinópolis cumpriu, nesta segunda-feira um mandado de prisão expedido pela Justiça Federal contra o empresário, Dorvalino Antônio de Oliveira.

A acusação que pesa sobre ele é de sonegação fiscal.


Dorvalino está preso no presídio Floramar desde segunda e as informações ainda são bem restritas. A assessoria de comunicação da Polícia Federal apenas revelou que cumpriu o mandato de prisão e que não iria se pronunciar sobre o caso.


Em contato com a Justiça Federal de Divinópolis, a reportagem foi informada de que dados acerca do caso não seriam revelados porque o inquérito ainda está em aberto. Uma fonte da Gazeta do Oeste informou que a prisão foi devida a sonegação fiscal, mas que detalhes do fato não poderiam ser repassados.


Dorvalino é sócio-proprietário da siderúrgica Mat Prima, localizada em Ermida. A siderúrgica teve as atividades paralisadas no início deste mês, dias depois da morte do sócio da empresa, José Donizete Bittencourt (Zé Melão).


A empresa passou por análise da Fundação Estadual do Meio Ambiente (Feam), que constatou que a siderúrgica funcionava sem a licença de operação e possuía diversas irregularidades do ponto de vista ambiental.


O nome dos sócios, Dorvalino e Zé Melão, já foram envolvidos em outros processos de sonegação fiscal.

Eles foram acusados de sonegação de impostos na Operação Divino, que investigou siderúrgicas em Divinópolis em 2006. Apesar do crime contra a ordem fiscal, a prisão ocorrida nesta segunda-feira não teria ligações com a investigação anterior.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.