sexta-feira, 15 de Março de 2013 08:41h Erik Ullysses

Estelionatário é preso em São Gonçalo do Pará aplicando golpes

Homem foi preso com cartões clonados e certa quantia em dinheiro. Ele tentava realizar saques com os cartões e pagar boletos utilizando as contas-correntes de outras pessoas

Na quarta-feira (13) a Polícia Militar de São Gonçalo do Pará prendeu um homem suspeito de estelionato e apreendeu diversos materiais com ele, bem como dinheiro e cartões de crédito clonados. A PM informou que durante um patrulhamento pela rua Presidente Tancredo de Almeida Neves, Centro, policiais militares abordaram E.A.M, de 35 anos, que se encontrava dentro de uma farmácia. No decorrer da abordagem foram encontrados com ele dois cartões e quatro boletos bancários, além de 540 reais em dinheiro. Um dos boletos chegou a ser pago na própria farmácia, que possui um pague fácil.
Testemunhas relataram para os militares que o suspeito tentou efetuar um saque no valor de 800 reais, porém ele foi informado pelos funcionários que a farmácia não possuía esse valor em caixa. Assim, o suspeito pediu ao funcionário para pagar um boleto de 600 reais e sacar apenas 200 reais. Como os cartões clonados não passaram, a PM foi acionada.
O suspeito contou para os militares que um homem o havia deixado na entrada da cidade com o objetivo de sacar dinheiro para ele. O suspeito teria que tentar realizar os saques com os cartões de crédito e se não conseguisse, ele teria que pagar os boletos utilizando as contas dos titulares dos cartões clonados. Por cada transação que realizasse o homem pagaria 100 reais para o suspeito.
Os militares fizeram contato com a gerente do banco, que verificou que os cartões estavam inativos. Quando foi solicitado que apresentasse os seus documentos, o autor revelou documentos com dados que não conferiam. Dessa forma, ele foi preso e conduzido para a Delegacia da Polícia Civil.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.