sábado, 28 de Fevereiro de 2015 04:34h Atualizado em 28 de Fevereiro de 2015 às 04:38h.

Estelionatários podem ter causado prejuízo superior a R$ 8 milhões

Na manhã de ontem, a Polícia Civil de Itaúna cumpriu seis mandados de busca e apreensão. A ação é para esclarecer um golpe, através de milhas de viagem, que pode ser superior a R$ 8 milhões

A operação, coordenada pelo delegado Weslley Amaral de Castro, começou no início da manhã desta sexta-feira. Cerca de dez policiais participaram da ação, que foi conjunta com a Polícia Civil dos estados de Pernambuco e Piauí. Peritos em crime cibernético, do estado de São Paulo, também participaram da ação.
A investigação visa esclarecer a prática de estelionato que causou prejuízos superiores a R$ 8 milhões. Segundo Weslley, a organização criminosa acessava, por intermédio de Hackers, o banco de dados de uma empresa responsável por resgatar e realizar a troca de pontos de cartões de crédito em milhas, os quais eram posteriormente transformados em passagens aéreas ou hospedagens.
As investigações indicam que, após serem desviados os pontos, estes eram resgatados e um dos três investigados de Itaúna poderia estar repassando ao mercado as mencionadas passagens, sendo que há indícios de que atuam em outros estados de forma ordenada.
A operação culminou com a apreensão de um veículo importado, três notebooks, 39 HDS, quatro pendrives, doze smartphones, 13 modens e quatro modens 3G, dois xbox 360, duas máquinas de cartão, um tablet e um Ipad. De acordo com Weslley, as investigações terão prosseguimento e serão apurados eventuais outros delitos.

 

 

Crédito: Divulgação PC

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.