sexta-feira, 16 de Setembro de 2011 11:08h Paulo Reis

Fábrica de calçados desativada vira refúgio de marginal

Suspeito escondido no local estava com mandado de prisão em aberto

Uma moradora da rua Rio Branco situada no bairro Porto Velho acionou a Polícia Militar na tarde da última quarta-feira (14) sob suspeita de haver marginais escondidos dentro de um deposito de calçados desativado.


Segundo a denunciante havia movimentos e barulhos estranhos dentro da antiga fábrica de calçados próximo a sua residência. Ao chegar ao local a polícia encontrou um homem de 32 anos escondido em uma piscina desativada no fundo da antiga fábrica. Na delegacia o homem se identificou por várias vezes com nomes falsos. Após a confissão do nome verdadeiro, os militares confirmaram um mandado de prisão aberto contra o detido.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.