segunda-feira, 4 de Janeiro de 2016 09:38h Douglas Corrêa - Repórter da Agência Brasil

Fio de alta-tensão mata eletrocutadas 4 pessoas da mesma família no Rio

Quatro pessoas da mesma família morreram ontem (3) à noite eletrocutadas em São Gonçalo, região metropolitana do Rio

Elas deixavam a casa de parentes e entravam no carro, quando um cabo de energia de alta tensão se rompeu e atingiu o veículo. Com a descarga elétrica, Adão Orlando Silva Moraes, 87 anos, Rafael Sérgio Alcântara Oliveira, 55 anos, Lucas Alcântara Oliveira, 13, e um bebê de 9 meses morreram na hora.

Lucas teria tentado salvar seu irmão de 9 meses e levou uma descarga elétrica. Os adultos também morreram tentando socorrer os meninos. Maria Nazaré Alcântara de Oliveira, de 60 anos, avó dos menores, também levou uma descarga elétrica e foi levada para o Hospital Estadual Alberto Torres e de lá transferida para o Centro de Queimados do Complexo Hospitalar de Niterói, onde está lúcida e passando por exames.

De acordo com a Polícia Civil, a 73ª DP ( Neves) apura as circunstâncias do acidente. A perícia de local foi realizada. Testemunhas estão sendo ouvidas e os agentes tentam localizar câmeras de segurança capazes de ajudar nas investigações. Os corpos das vítimas foram encaminhados para o IML da região. Os policiais aguardam a melhora no quadro de saúde da avó das crianças para tomar seu depoimento.

De acordo com a Ampla, concessionária de energia da região, técnicos da empresa identificaram no sistema um curto-circuito de grandes proporções na noite desse domingo, que teria sido ocasionado pelo choque de um objeto na rede nas proximidades do local onde ocorreu o rompimento do cabo.

A direção da empresa informou que está aguardando os resultados das investigações e prestando toda a assistência à família das vítimas.

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.