terça-feira, 6 de Setembro de 2011 10:19h Natalia Santos

Floramar forma Grupo de Intervenção Tática

Durante 15 dias do mês de agosto, 12 agentes penitenciários foram treinados e capacitados para formar na Unidade Prisional Floramar, o Grupo de Intervenção Tática (GIT). O treinamento e qualificação desses agentes busca trazer maior segurança para presos e servidores já que o grupo é especializado em ações simples e complexas.

 

De acordo com o diretor geral do presídio, Zuley Jacinto Sousa, os agentes passaram por aulas práticas e teóricas envolvendo defesa pessoal, manuseio de equipamentos, armamentos, execução penal e constituição federal. O novo grupo irá compor intervenção nos casos mais complexos. Para explicar, o diretor colocou as rebeliões como exemplo. “Caso ocorra um evento deste, o grupo poderá agir até que a Polícia Militar chegue para resolver a situação. É uma guarda preventiva e mais forte no presídio”, garantiu Zuley.

 

A formação do grupo contou com a participação efetiva servidores, e com o aval da direção do presídio Floramar, que contactou a Unidade de São Joaquim de Bicas, presídio I, através do seu Diretor Geral, que se prontificou a disponibilizar seus melhores homens para compromisso de também formarem homens imbuídos no sentimento de lealdade e responsabilidade ética e moral. O diretor geral informou que a maioria dos presídios maiores já conta com o GIT, no entanto é o primeiro grupo do Divinópolis. “Já era uma necessidade em nosso município. Com a formação do GIT traz mais segurança e tranqüilidade em nosso presídio tanto para os detentos quanto para os nossos servidores”, elucidou Zuley.


 

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.