quinta-feira, 14 de Março de 2013 05:09h Atualizado em 14 de Março de 2013 às 05:12h. Erik Ullysses

Fogo destrói setor de lavanderia do hospital São João de Deus durante a madrugada

Os prejuízos ainda estão sendo contabilizados, mas estima-se que tenha ultrapassado a um milhão de reais

Um incêndio destruiu a lavanderia do hospital São João de Deus durante a madrugada de terça (12) para quarta-feira (13). O incêndio teria começado com um curto circuito em uma máquina antiga que estava na sala. O fogo rapidamente se espalhou pelas roupas de cama que estavam no lugar, fazendo com que o fogo se espalhasse rapidamente pelo local. O corpo de Bombeiros de Divinópolis foi acionado e conseguiu controlar o fogo. Ninguém ficou ferido.
De acordo com o tenente do Corpo de Bombeiros, Rafael Melo, inicialmente foi difícil controlar o fogo devido ao grande volume de fumaça que foi produzido, mas quando chegaram ao foco do incêndio este foi facilmente controlado. “Na chegada das guarnições aqui foi bastante complicado devido ao grande acúmulo de fumaça. Mas conseguimos entrar diretamente no local e achar o foco, foi fácil o combate e foi rapidamente extinto o fogo” afirmou. O fogo foi controlado com a água dos hidrantes.
O incêndio aconteceu por volta de meia noite e acabou destruindo algumas máquinas e várias roupas de cama, como lençóis. De acordo com o Euller de Paula, superintendente do hospital São João de Deus, os prejuízos ainda estão sendo contabilizados. Ele disse que grande parte das perdas foram dos enxovais que estavam sendo renovados.
A assessoria de comunicação do hospital divulgou nota informando que o fogo atingiu o setor de Serviço de Processamento de Roupas-Lavanderia do hospital São João de Deus. A assessoria informou que no momento do incêndio não havia ninguém no local, sendo assim não houve feridos.
A nota afirmava ainda que a estrutura e o atendimento no hospital não ficaram comprometidos. Durante o incêndio, por medida de segurança, as pessoas que estavam internadas na Unidade de Tratamento Intensivo foram transferidas para o setor de Quimioterapia, onde ficaram por cerca de duas horas, até que o incêndio fosse controlado.
A nota reforçou ainda que os prejuízos estão sendo contabilizados. Segundo a assessoria do hospital, estima-se que estes girem em torno de 1 milhão e 200 mil reais, sendo aproximadamente 400 mil reais em enxoval e outros 700 mil em maquinários. A Polícia Civil realizou a perícia para apontar as causas na manhã de ontem (13) e o seguro do hospital foi acionado.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.