sexta-feira, 30 de Maio de 2014 09:10h Atualizado em 30 de Maio de 2014 às 09:23h. Aaron Oliveira

Formatura de 43 novos sargentos em Divinópolis é marcada com solenidade

26 foram designados para trabalhar em Divinópolis.

Na manhã desta quinta-feira foi realizada a solenidade da formatura de novos sargentos na sede do 23° batalhão da Polícia Militar de Divinópolis. A ocasião marcou a formatura de 43 sargentos da 7ª Região da Polícia Militar (RPM) e reuniu, familiares e agentes públicos.

Foram três meses de curso, de fevereiro a maio deste ano, para que os cabos se tornassem sargentos. Dos recém-formados, 17 serão encaminhados para o 7° Batalhão da Polícia Militar (BPM) e 26 destinados para o 23° BPM, em Divinópolis. Na turma havia somente uma mulher, a sargento, Gina Raquel, que trabalha na polícia militar há 21 anos. Cláudia conta como foi ser a única mulher a se formar. “Fui tratada igual aos outros, mas nós trabalhamos muito, estudamos muito, foi sempre um espírito de companheirismo uns entre os outros.”

O tenente-coronel, Marcelo Carlos da Silva, enalteceu a importância da formatura desta nova turma de sargentos. “São sargentos oriundos daqui de Divinópolis, Itaúna, Cláudio, Formiga, Carmo do Cajuru, cidades que compõem a 7ª região. E hoje estão devidamente qualificados, promovidos e retornando à sociedade para proporcionar proteção, socorro e a paz social.”

O vice-prefeito de Divinópolis, Rodrigo Resende, também compareceu ao evento e ressaltou que é de extrema importância esta formação porque, para ele, a cidade passa por um grande problema social que é a violência, e quem a combate é a Policia Militar. “Quanto mais policiais formados para nossa região, maior será o contingente de pessoas trabalhando para dar cada vez mais segurança para nossa população”, considera.
Compareceu ao evento também a banda da PM, que executou o Hino Nacional cantando por todos. Os sargentos fizeram o juramento à bandeira e a cerimônia foi marcada também pelo momento em que os padrinhos e madrinhas colocaram as novas posições das divisas nas fardas dos militares, identificando a nova graduação dos formados, que comemoraram com muita alegria, junto aos familiares e amigos.

O coronel, Eduardo Campos, comandante da 7° Região, explica que a formatura destes sargentos não é uma simples promoção. “São pessoas que estamos entregando para a comunidade, aperfeiçoados uma condição melhor para prestar uma segurança pública mais efetiva à comunidade. A polícia militar sempre se preocupou com o treinamento”. Eduardo destaca ainda a violência vivida hoje pela comunidade. “Entendemos que precisa haver mudanças nos aspectos, principalmente no que se diz respeito à impunidade.”

 

Crédito: Aaron Oliveira

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.