terça-feira, 29 de Setembro de 2015 10:19h

Frentista recusa lavar carro e é morto horas depois

O filho e o irmão da vítima também foram baleados e o suspeito está foragido

No fim da tarde deste domingo, foi registrado um homicídio em Pompéu. Um frentista, de 43 anos, foi baleado por um homem que levou o carro para lavar, mas teve o pedido negado. Outras duas pessoas foram baleadas e uma está em estado grave.
De acordo com a Polícia Militar, o suspeito, de 38 anos, foi até o posto de combustíveis onde a vítima trabalha e pediu que o carro fosse lavado. O frentista negou o serviço e foi agredido pelo suspeito, que fugiu logo em seguida.
Segundo testemunhas, o frentista chamou o filho e o irmão para tirar satisfação com o suspeito, que não estava em casa. Os três ficaram esperando sentados em uma praça no bairro Cruz das Almas, quando o suspeito chegou e atirou contra eles.
O frentista morreu no local e os outros dois foram socorridos. O filho foi medicado e liberado. Já o irmão da vítima, foi transferido para um Hospital em Sete Lagoas em estado grave. O suspeito ainda não foi localizado.

 

Esfaqueado
Um idoso, de 68 anos, foi esfaqueado por um homem, de 34 anos, no bairro Volta do Brejo, em Pompéu. De acordo com a Polícia Militar, a vítima foi encontrada toda ensanguentada, caída no chão, e as testemunhas indicaram o paradeiro do suspeito.
O idoso foi levado em estado gravíssimo, com perfurações no tórax e queixo, para o Pronto Atendimento e, logo em seguida, transferido para o Hospital de Sete Lagoas. O suspeito foi localizado pelos militares e contou que os dois tiveram um desentendimento e o idoso o agrediu com socos e tapas no rosto.
Ele foi preso e levado para a delegacia de Bom Despacho.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.