quinta-feira, 2 de Fevereiro de 2012 09:48h Paulo Reis

Funcionário de posto de combustível agride esposa e é denunciado

Suspeito foi pego com duas armas de fogo

Na madrugada da última terça-feira (31) uma moradora da rua Maria Naziozena Oliveira, bairro São Paulo em Pará de Minas, não suportando a sucessão de agressões praticadas pelo marido contra a mesma, denunciou o companheiro à polícia.
Segundo a mulher que preferiu não se expor, o marido sempre a agride na frente do filho de apenas oito anos. Esta prática constante tem prejudicado o desenvolvimento do filho que tem se apresentado mais estranho diante do que presencia.
Ao ser agredida  pela última vez quando saia de casa para ir trabalhar na madrugada da ultima terça-feira, a vítima resolveu relatar tudo aos militares.
Durante relato aos oficiais, a mulher diz querer dar um basta a toda essa situação que agora tem influenciado crescimento do filho. Agora ela disse querer justiça.
Após o relato da agredida os militares se dirigiram a casa do suspeito que ao ser questionado sobre as possíveis ameaças com arma de fogo acabou confessando possuir um revólver calibre 22 e uma pistola “polveira” da fabricação caseira.
Os policiais informaram que a pistola foi feita artesanalmente, porém tem um alto poder de fogo.
Além das duas armas, os militares apreenderam sete cartuchos 22 e uma caixinha com diversas espoletas.
O frentista foi preso com base na Lei Maria da Penha e por posse ilegal de arma de fogo, e encaminhado para a delegacia da Polícia Civil de Pará de Minas.

Leia Também

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.