quinta-feira, 16 de Maio de 2013 05:55h Erik Ullysses

Fuzil é apreendido pela Polícia Ambiental em Pitangui

Arma foi apreendida com dupla que praticava pesca ilegal entre os rios São João e Pará. Os dois autores conseguiram fugir

Uma arma de fogo de uso restrito foi apreendida na terça-feira (14) pela Polícia Militar de Meio Ambiente na cidade de Pitangui.  Após receberem denúncias anônimas de que um Pari, instrumento de pesca proibido, estaria instalado entre as junções dos rios São João e Pará e de que um homem estaria protegendo o lugar com uma arma de fogo, policiais militares se deslocaram até o local, situado na comunidade de Pontal, zona rural de Pitangui.

Ao chegarem no local os militares avistaram dois indivíduos, estando um armado com um fuzil, que iniciaram uma fuga em direção ao leito do rio quando perceberam a aproximação deles. De forma imediata, a equipe da Polícia Ambiental começou a acompanhar os suspeitos. Eles fugiam a pé pelas margens do rio e em dado momento um deles escorreu em uma pedra e caiu dentro do rio, levando a espingarda junto.

Logo em seguida os dois saíram do rio e se embrenharam em uma mata às margens do mesmo.
Para tentar pegar a arma de fogo, um dos militares entrou no rio e conseguiu recuperar a mesma, um Fuzil calibre 726, da marca Mauser, que estava carregado com dois cartuchos intactos. Os militares tentaram localizar os dois indivíduos, mas não obtiveram êxito.
Foi constatada a existência do Pari, com uma grande e reforçada estrutura que fechava todo o leito do rio em uma corredeira. A arma de fogo foi apreendida, juntamente com as munições, sendo levada para a Delegacia da Polícia Civil de Pitangui.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.