quarta-feira, 17 de Abril de 2013 09:37h Erik Ullysses

Garoto de 13 anos é apreendido com arma de fogo e traficando drogas no Cidade Jardim

Polícia Militar apreendeu o garoto no mesmo local onde dois jovens haviam sido apreendidos na semana passada quando ameaçaram matar um menino de 11 anos.

Um menor de 13 anos foi apreendido na tarde de ontem (16) no bairro Cidade Jardim com uma arma de fogo e uma quantidade considerável de entorpecentes. No local estava ainda um homem maior de idade que conseguiu fugir da PM assim que percebeu a presença dos militares. O local onde foram encontradas as drogas foi o mesmo onde a PM apreendeu dois menores na semana passada suspeitos de ameaçarem de morte um garoto de 11 anos.
Segundo o sargento Teodoro, a Polícia Militar recebeu denúncias anônimas informado que dois indivíduos estariam traficando drogas e realizando disparos com arma de fogo em via pública. O local, destacou o sargento, é bem conhecido no meio policial. “É um local bastante conhecido no meio policial por tráfico de drogas. É uma mata fechada, onde os usuários frequentam em busca de drogas, principalmente o crack” afirmou.
No momento em que os militares chegaram ao local o outro indivíduo, maior de idade e conhecido no meio policial, conseguiu fugir. O menor de 13 anos foi apreendido pelos militares e em sua cintura foi encontrada uma arma de calibre 38. “Quando a gente chegou, eles estavam saindo da mata e um deles conseguiu evadir entrando em sua residência e fugindo pelos fundos. O menor foi imediatamente abordado, sendo encontrado na cintura dele um revólver calibre 38 com três munições. Esse menor nos confessou que ambos haviam efetuado disparos em via pública. Diante das denúncias de tráfico de drogas que a gente já tinha conhecimento nós nos deslocamos até a mata e o menor nos indicou onde estavam as drogas” disse o sargento Teodoro, que reafirmou a importância do apoio da população com as denúncias para que se possa combater o crime na cidade
Os militares encontraram enterrado um saco plástico contendo 26 pedras de crack e uma bucha de maconha de grande tamanho. A mãe do adolescente, que não quis se identificar, relatou que o filho havia saído da Florinha a cerca de cinco dias, onde cumpria pena por porte de drogas. Ela disse não acreditar que o filho tenha envolvimento com o tráfico, e sim que o garoto estava com as pessoas erradas e na hora errada. Angustiada, ela afirmou que vive com medo de seu filho se envolver com o tráfico.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.