quarta-feira, 1 de Agosto de 2012 16:10h Gazeta do Oeste

Gerente de supermercado e parentes são presos por estelionato, furto e pedofilia

A Polícia Civil vai investigar quatro pessoas que estariam envolvidas em um esquema de estelionato e pedofilia em Santa Luzia, na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH).

De acordo com a polícia, o homem, de 32 anos, é gerente de vendas de uma rede de supermercados. Ao saber que uma empresa de creme dental distribuía vales-compra para pessoas jurídicas que revendessem seus produtos, ele cadastrou o nome dele, ao invés do nome do estabelecimento, e passou a ser contemplado com vale-compras. Em seguida, ele trocava por eletrodomésticos e usava para consumo próprio ou revendia por valores bem abaixo do que valem. O prejuízo estimado é de R$ 200 mil.

Outros gerentes da rede Smart acabaram desconfiando do colega e o denunciaram a Polícia Militar (PM). Os militares foram até a residência do homem para prendê-lo, porém, acabaram encontrando em seu computador, um vasto material de pornografia infantil, incluindo vídeos e fotos. Na residência, foram presas a esposa do suspeito e a irmã dele que, segundo a polícia, estariam envolvidas nestes crimes.

O tio do gerente, que mora em outra residência, também foi preso. Ele recebia em casa os produtos adquiridos pelo sobrinho, para que a vizinhaça não suspeitasse do esquema. O quarteto vai responder por furto mediante fraude, receptação e estelionato, além de crime de pedofilia, exceto o tio.

 

 

 

 

HOJE EM DIA

Leia Também

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.