terça-feira, 7 de Abril de 2015 09:59h Atualizado em 7 de Abril de 2015 às 10:08h. Pollyanna Martins

Homem é assassinado em Divinópolis

Em Paineiras, uma mulher foi morta pelo companheiro e outros três crimes contra a vida foram registrados em cidades de região durante o feriado prolongado

O corpo de um homem de 49 anos foi encontrado na manhã de sexta-feira em um matagal no bairro Afonso Pena, em Divinópolis. Ele foi morto a tiros e a suspeita é que a motivação do crime seja acerto de contas.
De acordo com a Polícia Militar, vizinhos ouviram pelo menos quatro disparos de arma de fogo durante a noite de quinta, mas o corpo de Wariston Arnaldo Rodrigues só foi localizado no início da manhã seguinte em um lote na Rua Cambuquira, esquina com Dom Pedro II.
Ainda de acordo com informações da Polícia Militar, a filha da vítima relatou que o pai estava sendo ameaçado, mas não sabe informar quem seriam as pessoas. Testemunhas informaram que viram dois homens saírem correndo do local na noite do crime, mas também não souberam passar características dos suspeitos.
Wariston, de acordo com a Polícia Militar, possuía passagens por homicídio, uso de drogas, lesão corporal e pensão alimentícia. A filha informou ainda que o pai fazia uso de entorpecentes. Nenhum suspeito foi identificado ainda.

Paineiras
Uma mulher de 45 anos foi morta pelo amásio na tarde deste domingo, em Paineiras. De acordo com a Polícia Militar, a mãe da vítima ouviu gritos da filha, que morava nos fundos da casa dela, e ao chegar já a encontrou caída no chão.
A vítima estava com duas perfurações no corpo, sendo uma na cabeça e outra no tórax, que devem ter sido provocadas por faca. Além disso, a vítima sofreu várias pauladas na cabeça.
Os policiais militares obtiveram informações de que o autor estaria em uma fazenda, contudo, ele não foi localizado. A perícia realizou seus trabalhos, sendo recolhida uma faca com marcas de sangue e um pedaço de pau, possivelmente usado no crime.

Perdigão
Neste domingo (05) a Polícia Militar compareceu no Pronto Atendimento de Perdigão, onde segundo o médico plantonista, João Batista Ribeiro, de 49 anos, deu entrada com aproximadamente nove perfurações nas costas, proveniente de faca e vários cortes no couro cabeludo provenientes de pancadas.
Segundo uma testemunha a vítima foi socorrida no bairro Novo Horizonte, porém não havia mais ninguém no local. A vítima foi encaminhada para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Divinópolis em estado grave e inconsciente.
De acordo com a assessoria de comunicação da prefeitura, João está entubado e aguardando vaga no CTI do Hospital São João de Deus. Não foi possível constatar a autoria e motivo do crime uma vez que não se encontrou testemunhas do fato.
Igaratinga
Na manhã de sábado, uma mulher de 38 anos foi esfaqueada pelo ex-marido, de 45 anos. A vítima foi golpeada na barriga e no peito. Ela foi levada para o Hospital Nossa Senhora da Conceição, em Pará de Minas, onde seria submetida a cirurgia.
Segundo a Polícia Militar, o suspeito do crime fugiu em uma motocicleta que ele pegou emprestada com um amigo, alegando que iria a um supermercado. O suspeito não foi encontrado.

Morada Nova de Minas
Na sexta-feira um homem de 33 anos e uma adolescente de 13 foram baleados em Morada Nova de Minas. De acordo com a Polícia Militar, o homem disse que na noite anterior estava em um bar e teve uma discussão com um jovem de 23 anos.
No dia seguinte, os dois se encontraram novamente e brigaram. A vítima disse que deixou o local e, após andar alguns metros, foi baleado pelas costas pelo suspeito. A vítima foi levada para o Hospital local com uma perfuração na altura do tórax, mas não atingiu nenhum órgão vital, sendo liberada após medicação.
Posteriormente, uma adolescente de 13 anos deu entrada no hospital, também vítima de disparo de arma de fogo. O médico de plantão constatou uma lesão na coxa direita, sem maior gravidade, causada por um tiro de raspão. Ela foi medicada e liberada.
A adolescente contou aos policiais que andava pela rua em direção a sua casa, quando viu um homem correndo em sua direção e outros dois atrás dele. Ela então ouviu sons de tiro e sentiu uma forte dor na coxa direita.
A adolescente correu e entrou na casa de uma vizinha, ficando lá até os disparos pararem e procurou atendimento médico logo em seguida. O suspeito dos disparos não foi localizado.

 

 

Crédito: Divulgação PM

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.